Campanha Estadual de Combate a Hanseníase

Categorias Notícias, Prefeitura de Araras, Saúde

Dia 25.10 um estande será montado na Praça barão de Araras para esclarecer dúvidas da população

A secretaria de Saúde está preparando ações afim de divulgar os sinais e sintomas da Hanseníase, visando a detecção precoce de casos novos, bem como atingir o maior número de pessoas informadas e sensibilizadas contra preconceitos em relação a doença.
O ambulatório de Hanseníase, irá desenvolver atividades em conjunto com Atenção Básica de Saúde (ESFs/UBs) por duas semanas. De 16 a 20.10 e de 23 a 27.10, das 08h às 11h e das 13h às 16h. No dia 25.10 (quarta-feira), na Praça Barão de Araras, a partir das 09h, será montado um estande para atender a população que estiver passando pelo local.

O que é a Hanseníase?
A hanseníase (conhecida como lepra) é uma doença crônica, infectocontagiosa, cujo agente etiológico é o Mycobacterium leprae (M. Leprae). Esse bacilo tem a capacidade de infectar grande número de indivíduos, no entanto poucos adoecem. A doença acomete principalmente pele e nervos periféricos podendo levar a sérias incapacidades físicas. É de notificação compulsória em todo o território nacional e de investigação obrigatória.

Como é a transmissão?
Se dá por meio do contato direto de uma pessoa doente não tratada, que elimina o bacilo através das via aéreas superiores, pela fala, tosse ou espirro.

Quais são os sintomas da hanseníase?
A hanseníase se manifesta através de sinais e sintomas dermatológicos e neurológicos. As alterações neurológicas, quando não diagnosticadas e tratadas adequadamente, podem causar incapacidades físicas e deformidades.
A doença atinge a pele e os nervos periféricos, porém, ela também pode acometer outras regiões, como os olhos (o que pode causar cegueira), cílios e sobrancelhas, os tecidos do interior do nariz, planta dos pés e, eventualmente, alguns órgãos. Com o período de incubação lento, o indivíduo pode se contaminar com a bactéria e somente manifestar anos depois.

Como são os sintomas dermatológicos?
O distúrbio se caracteriza pelo aparecimento de manchas arredondadas de cor parda, branca ou avermelhada, às vezes pouco visíveis, que se espalham pelo corpo. As lesões costumam apresentar alteração na sensibilidade, fazendo com que o indivíduo deixe de sentir diferenças de temperatura, pressão e dor no local da ferida. Essa característica que difere a hanseníase da maioria das doenças na pele.
Onde é feito o tratamento?

É realizado somente pelo SUS, e é totalmente gratuito. O ambulatório de Hanseníase fica no Centro de Saúde II, ao lado do SAMU, no Jardim Belvedere.

Secom/PMA
Com informações da Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica

Você pode ler também!

Inauguração do Ganha Tempo será na próxima segunda-feira, dia 22; intervenções no prédio estão na fase final

Novo programa tem como objetivo dar agilidade e conforto humanizando ao ararense e oferecer serviços essenciais

Read More...

Secretaria de Obras instala novas grelhas de águas pluviais no Parque Industrial

Ao todo, três peças foram recolocadas na Rua Rio Grande do Sul, próximo ao Jardim Santa

Read More...

Câmara aprova o Dia do Profissional de Educação Física em Araras

Foi aprovado por unanimidade, na última segunda-feira (08), na 36ª sessão ordinária, o projeto de lei

Read More...

Poste o seu comentário::

Seu E-mail não será publicado.

Mobile Sliding Menu