Educação tira do papel construção de sede da UAB

Categorias Educação, Notícias, Prefeitura de Araras

Está aberta a licitação para contratação de empresa para construção do prédio próprio para o polo da UAB (Universidade Aberta do Brasil), que funciona atualmente no Centro de Educação Continuada Professor Dirçon Kammer, que é alugado. A construção da sede chegou a ser anunciada ainda em 2014, na gestão do prefeito Brambilla, mas o projeto não saiu do papel. Obra conta com R$ 7,9 milhões em recursos já aprovados junto ao Governo Federal, via MEC. Entretanto com a atualização dos valores, a licitação está sendo realizada no valor de R$ 11. 105, 459, 52.

A diferença de valores entre o aprovado pelo projeto inicial e o licitado pode ser compensado de duas formas. “Eu fui para Brasília no para acertar detalhes junto ao FNDE (Fundo Nacional de Educação), e não podemos alterar nem o projeto nem o valor já aprovado. Atualizando os valores para licitação ficando em R$ 11 milhões, vamos tentar chegar ao valor de R$ 8 milhões com uma empresa e o valor a mais serão empenhados ou como contrapartida do município ou como aditivo, vamos estudar a melhor forma”, explicou Paulo Bertolini, Secretário de Planejamento.

A concorrência aberta a partir de 29 de novembro e com encerramento em 4 de janeiro do ano que vem, pretende tornar real a antiga promessa da construção de uma sede própria para a universidade. O local para a obra da nova unidade fica próximo ao Ginásio de Esporte Nelson Rüegger. A estrutura de concreto, construída para abrigar, em algum momento, o Paço Municipal e abandonada há décadas, deve agora se transformar no polo de ensino superior.

De acordo com a secretaria de Educação Mariana Moura, este projeto já está aprovado, mas estava parado. A construção conta com aporte financeiro do FNDE, por meio do Ministério da Educação, e permitirá que a Prefeitura deixe de pagar R$ 12.357,51 ao proprietário, Augusto Pereira dos Santos Pessinatti, pelo imóvel que abriga a UAB atualmente.

“Revalidamos a obra para não perder o recurso e a benfeitoria. A Prefeitura também vai poder deixar de gastar com o aluguel do prédio, promovendo economia”, explicou Mariana Moura.

De acordo com a antiga gestão, o projeto de construção foi aprovado pelo ministro da Educação Henrique Paim e com o novo prédio, a previsão inicial do projeto apresentado ao MEC era da unidade atingir a capacidade de oferecer 2.500 vagas para alunos de ensino superior. Mariana Moura, não divulgou o aumento na oferta de cursos com a nova UAB.

“ Sempre queremos melhorar a qualidade do ensino superior oferecido para os alunos e esta sede claro que possibilita isto. Estudos para ampliação de cursos e quais, terão que ser feitos, mas sendo possível, vamos aumentar número de cursos e de vagas”, emendou a secretária.

Projeto de construção
O local escolhido para construção do novo prédio da UAB tem uma estrutura de construção que começou em meados dos anos 70, durante a gestão do prefeito Jair Della Coletta, para abrigar um novo Paço Municipal, porém nunca foi concluída. Em 1986, a obra chegou a ser retomada, com a construção de um muro no entorno, mas foi paralisada novamente em 1987. No local, já existe parte do prédio que conta com subsolo e algumas estruturas de concreto com laje e forro.

O projeto apresentado ao MEC para a nova UAB, prevê a demolição de parte da estrutura do térreo já existente e reaproveitar o subsolo com pilares. A intenção é de que o local tenha quatro andares, entre subsolo, térreo, 1º e 2º pavimentos. O subsolo será destinado ao estacionamento de veículos. No andar térreo deve ser instalado o polo da UAB, que contará com seis salas de aula, uma sala de informática, uma biblioteca, um almoxarifado, um auditório e dois sanitários.

A intenção inicial era de que nos outros dois pavimentos fossem instaladas salas administrativas da Prefeitura, mas não será mantida e no imóvel funcionará apenas a universidade . O novo prédio contará, se concluído, com área total de 7.603 m² e será construído em um terreno de 6.700 m².

“Vai funcionar apenas a UAB mesmo. Já o projeto de construção de salas e toda estrutura seguirá exatamente o projeto como foi feito inicialmente e aprovado”, disse Bertolini.

A UAB e seus cursos
O polo da UAB de Araras foi implantado em 2008, inicialmente na Emef João Poletti, porém, com a expansão dos cursos e a procura dos alunos, foi transferido em 2010, para um prédio localizado na Alameda Clementino Dalla Costa, 402, Jardim Belvedere. Já em 2013, passou a funcionar no Centro de Educação e Formação Continuada Dirçon Kammer, na Avenida Nestlé, 58, onde está atualmente.

Neste polo são oferecidos cursos a distância para graduação em: Pedagogia, Matemática, Educação Musical, Engenharia de Computação, Engenharia de Produção e Tecnologia em Produção Sucroalcooleira; os cursos de pós-graduação são: Tecnologia, Formação de Professores e Sociedade, Educação Especial, Gestão Educacional, Novas Tecnologias de Ensino de Matemática, Gestão Pública, Gestão de Organização Pública em Saúde, Práticas de Letramento e Alfabetização, Cinência e Tecnologia, Educação Empreendedora, Ensino de Ciências, Design Instrucional para EAD Virtual, Planejamento, Implementação e Gestão da Educação a Distância, Mídias e Educação, Gênero e Diversidade na Escola, Educação Ambiental, Facilitadores de Educação Permanente em Saúde, e por fim os Programas de Mestrado Profissional em: Educação, Matemática, Gestão de Organização e Sistema Público.

Você pode ler também!

Após protestos e alta dos combustíveis, Câmara institui comissão e realiza audiência pública

Depois de formar uma comissão para “acompanhamento do aumento e comparação dos preços de combustíveis dos

Read More...

Escola “Judith Ferrão Legaspe” realiza ação solidária em Araras, SP

Resultado da arrecadação de alimentos organizada pelo Escola Judith Ferrão no Bairro José Ometto que será

Read More...

Poste o seu comentário::

Seu E-mail não será publicado.

Mobile Sliding Menu