Comissão Relevante da Câmara divulga relatório com propostas de melhorias na Saúde

Categorias Câmara Municipal, Notícias

O presidente da Comissão de Assuntos Relevantes, o vereador Romildo Benedito Borelli (PSD) divulgou durante a 26ª sessão ordinária, na última segunda-feira (23), um relatório com o panorama sobre a situação da saúde do Município.

Além do relator, Romildo Benedito Borelli – Baiano da Farmácia – a Comissão teve como membros os parlamentares Deise Aparecida Olimpio de Oliveira (PSC), Eduardo Elias Dias (PHS), Jackson de Jesus (PROS), Marcelo de Oliveira (PRB) e Regina Noêmia Geromel Corrochel (PTB).

As visitas nas Unidades de Saúde do Município foram feitas ao longo dos últimos setes meses. Um total de 28 apontamentos foram apresentados no documento com seis páginas entregue ao prefeito Pedro Eliseu Sobrinho (DEM) e ao secretário da Saúde Luiz Emílio Salomé. “A Comissão está de parabéns pelo trabalho desenvolvido, essa é uma forma de contribuir com a municipalidade, fizemos as nossas observações e cabe agora ao Executivo colocar em prática as propostas sugeridas”, destaca o presidente da Comissão, Romildo Borelli.

Entre as melhorias apontadas no relatório pela Comissão está a reforma estrutural de algumas Unidade de Saúde como no prédio do Aguinaldo Bianchini e no CAPS II – Centro de Atenção Psicossocial – e a criação de equipe exclusiva na área da saúde para a manutenção de equipamentos, parte elétrica, serviço de pedreiro, encanamento e telhado.

O documento destaca a necessidade de uma melhor comunicação entre os servidores das Unidades de Saúde para evitar a duplicidade no atendimento e na realização de exames. Pede a rotatividade de funcionários entre as Unidades, a realização de palestras, treinamentos e reuniões, além da disponibilização de um funcionário para fiscalizar a permanência do funcionário na Unidade, resolver a falta de insumos, reposição de medicamentos, produto de limpeza, manutenção e interação com o munícipe.

A obrigatoriedade do uso de crachás de identificação para todos os funcionários da saúde e a criação de medidas para que os funcionários não fiquem ociosos no período da tarde, já que a concentração de serviço é mais no período da manhã.

Todas as Unidades de Saúde deverão ter rampas de acesso para deficientes. Deve-se acabar com quotas para solicitação de exames laboratoriais. Manter ou melhorar convênios com a FHO – UNIARARAS- e acabar com o aglomerado de funcionários na recepção do atendimento das Unidades.

Agentes comunitários devem visitar os bairros em sua totalidade. Ter conhecimento das enfermidades dos pacientes como diabéticos, problemas de pressão arterial, úlceras varicosas e outras enfermidades, mantendo acompanhamento e cuidados necessários. O relatório aponta ainda a falta de funcionários em diversas Unidades de Saúde.

Sugere a criação de um “Centro de Atendimento ao Homem” para detectar doenças venéreas, realizar vasectomia e cuidados com próstata. O atendimento nas Unidades deve ser, por meio, de agendamento e portas abertas conforme a necessidade da população.

Aperfeiçoar a quantidade de Unidades de Saúde, centralizar para atendimento diário das 8h às 16h e atender pacientes mesmo sem agendamento. Sugere a implantação de dois turnos de médicos, das 8h às 12h e das 12h às 16:00h e manter das 16h às 22h as Unidades de Saúde em alguns bairros funcionando como Pronto Socorro, a exemplo das Unidades Localizadas nos bairros Jardim Cândida, Parque das árvores, Narciso Gomes e Jd. São João.

Na UPA 24h – Unidade de Pronto Atendimento – deve-se priorizar o atendimento emergencial. O documento sugere que o munícipe procure primeiro os PSFs e depois se necessário a UPA. Manter profissional da enfermagem para fazer pré consulta com a finalidade de agilizar o atendimento.

A Comissão sugere que no PSF da Zona Rural seja mantido o atendimento aos moradores do Caio Prado, Marimbondo e Morro grande, de segunda, quarta e sexta-feira das 8:00 às 16h, além de manter um veículo no local, para transportar pacientes quando necessário.

Na Zona Rural onde há poucos moradores, a sugestão é manter um PSF em funcionamento com o portão de entrada fechado e abri-lo quando solicitado pelo paciente, medida que garante a segurança dos funcionários. A Unidade deverá ter uma enfermeira para atendimento básico, como aferição de pressão arterial, curativos e teste de glicemia.

No relatório, a Comissão sugere que seja alterada o funcionamento na clínica odontológica no bairro José Ometto para até as 22h. Outra opção seria manter um dentista no pronto Socorro do Hospital São Luiz ou na UPA ou até mesmo plantão à distância, quando necessário, acioná-lo. Hoje temos uma lista enorme para tratamento de canal. A equipe de dentista das Unidades soma 39 profissionais.

No documento, sugere que seja feita a segurança com monitoramento e alarme nas Unidades de Saúde, principalmente à noite pelos servidores da VEPAN. Criar equipe composta por médicos, assistente social, jurídico, farmacêutico, enfermeiro, com o objetivo de analisar as solicitações de medicamentos de alto custo.

Centro de Assistência Psicossocial em Álcool e Drogas – CAPS AD

De acordo com os membros da Comissão, o CAPS é a Unidade de Saúde mais bem organizada, limpa, com ótimo atendimento e prédio em boas condições. De acordo com o documento, a organização é em razão dos próprios funcionários que fazem a manutenção local.

Transporte da Secretária da Saúde – Ambulâncias

De acordo com o documento, a proposta é terceirizar 50% dos veículos para não perder a essência e ter respaldo para não faltar transportes, até a normalização. Há pequenas viagens que podem ser otimizadas. Sugere também a manutenção e higienização constante dos veículos. Os funcionários devem fazer Comunicação Interna sempre que necessário. Relatar viagens com testemunhas ou documentos para controlar o pagamento de horas extras aos funcionários. O motorista será responsável pelo veículo que utiliza. A secretaria terá que controlar a quilometragem dos veículos, gastos com combustíveis e melhorar o kit de lanche dos pacientes.

Centro de Atendimento de Especialidades Médicas – CAEM “Dr. Nelson Salome” –

Os serviços devem ser mais bem organizados com atendimento médico no período contratado, atendendo agendamento e consultas de urgência. Os pagamentos dos profissionais devem ser por horário trabalhado, assim evitaria exigir do médico o cumprimento de horário de trabalho.

Canil Municipal

Asfaltar o trecho da rotatória até a Usina de Compostagem, suprir faltas de insumos e,

aumentar a quantidade de atendimentos e castrações.

Com informações da Diretoria de Comunicação da CMA

Você pode ler também!

Inauguração do Ganha Tempo será na próxima segunda-feira, dia 22; intervenções no prédio estão na fase final

Novo programa tem como objetivo dar agilidade e conforto humanizando ao ararense e oferecer serviços essenciais

Read More...

Secretaria de Obras instala novas grelhas de águas pluviais no Parque Industrial

Ao todo, três peças foram recolocadas na Rua Rio Grande do Sul, próximo ao Jardim Santa

Read More...

Câmara aprova o Dia do Profissional de Educação Física em Araras

Foi aprovado por unanimidade, na última segunda-feira (08), na 36ª sessão ordinária, o projeto de lei

Read More...

Poste o seu comentário::

Seu E-mail não será publicado.

Mobile Sliding Menu