Caixa Federal aprova projeto e Saema abre licitação para construção da nova Estação de Tratamento de Esgoto

Categorias Notícias, Prefeitura de Araras

Novo projeto elaborado pelo Saema prevê Estação de Tratamento pelo processo de lodo ativado com aeração prolongada. Licitação na modalidade Concorrência Pública foi aberta, no valor estimado em R$ 21 milhões.

A Estação de Tratamento de Esgoto que a cidade de Araras está no aguardo há anos está prestes a sair do papel. É que a diretoria do Saema (Serviço Municipal de Água e Esgoto do Município de Araras) recebeu uma informação importante nesta sexta-feira (24), da aprovação de seu novo projeto pela Caixa Econômica Federal, autorizando a abertura de licitação para contratação de empresa para executar as obras.

Com verba já liberada pelo Ministério das Cidades, do governo federal, o Saema abriu a licitação nesta sexta-feira, na modalidade Concorrência Pública (001/2018), publicando o edital nos Diários Oficiais da União, Estado e Município. O valor estimado da licitação é de R$ 21.626.554,12. A sessão da concorrência está marcada para dia 28 de setembro deste ano, e a empresa vencedora terá prazo de 24 meses para conclusão das obras.

O objetivo da concorrência é contratar empresa de engenharia para construção e melhoria da Estação de Tratamento de Esgoto pelo processo de lodo ativado, com aeração prolongada (Etapa A). Essa fase é composta de tratamento primário, estação elevatória de esgoto, lagoa aerada, decantadores, medidor de vazão, tratamento de lodo e desinfecção de efluentes.

A Estação terá capacidade de tratar 100% do esgoto doméstico, com 70% de eficiência. Uma segunda etapa do projeto prevê mais dois decantadores, leito de secagem e serviços urbanísticos, chegando a 95% de eficiência de tratamento de todo o esgoto produzido na cidade.

Araras não trata o esgoto desde 2015

A cidade de Araras foi contemplada com verbas do PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento) em 2011 para ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto, na zona leste, e construção de Estação Elevatória e Interceptor, na zona norte, com previsão de gastos de R$ 29 milhões.

Os serviços da Estação Elevatória e o Interceptor (emissários) foram concluídos (cerca de R$ 9 milhões), mas entraves burocráticos e financeiros impediram o início das obras de ampliação da ETE, na zona leste. Paralelo a isso, em 2015 foi registrado o desmoronamento de parte das paredes de concreto de dois dos três reatores que compunham a antiga Estação de Tratamento, e Araras deixou de tratar todo seu esgoto.

No final de 2016 foi realizada uma segunda licitação para construção de uma nova ETE, utilizando o método de reatores UASB. Em 2017, a atual administração municipal tentou dar continuidade ao processo e aguardava a liberação da verba do governo federal para dar início às obras. Entretanto, no mesmo ano o Saema recebeu um comunicado do Ministério das Cidades, desaprovando o projeto apresentado. Constatou-se que o sistema de tratamento apresentado não estaria de acordo com as necessidades do município e, portanto, um novo projeto deveria ser apresentado à Caixa com tecnologia de tratamento de uso compatível e consolidado no País.

O então presidente do Saema, Júnior Franco, providenciou uma nova proposta, desta vez utilizando um sistema compatível com a quantidade de esgoto a ser tratado em Araras. Chegou-se à conclusão que o sistema seria pelo processo de lodo ativado, com aeração prolongada, e o mesmo foi apresentado à Caixa no final de 2017.

No último dia 9 de agosto, uma comitiva da administração municipal foi até Brasília tratar de vários projetos nos ministérios do governo federal. Um dos assuntos foi o pedido de liberação dessa verba no Ministério das Cidades, com a presença do prefeito em exercício, Pedro Eliseu Sobrinho, o secretário municipal de Planejamento, Paulo Bertolini, e o então presidente do Saema, Júnior Franco. E nesta sexta-feira (24) chegou a confirmação da Caixa e do Ministério das Cidades da aprovação do projeto do Saema, autorizando a abertura da licitação.

Você pode ler também!

FHO irá oferecer curso de Engenharia Elétrica a partir de 2019

A FHO | Fundação Hermínio Ometto tem novidades para 2019: a Instituição passará a oferecer o

Read More...

Pesquisa Ibope: Bolsonaro, 28%; Haddad, 19%; Ciro, 11%; Alckmin, 7%; Marina, 6%

Álvaro Dias (Podemos), João Amoêdo (Novo) e Henrique Meirelles (MDB) têm 2% cada um; Cabo Daciolo

Read More...

Campanha Antirrábica: mais de 12 mil animais foram vacinados na primeira fase da Campanha na zona urbana

Número representa aproximadamente 70% da meta, que é de vacinar cerca de 19 mil animais; ação

Read More...

Poste o seu comentário::

Seu E-mail não será publicado.

Mobile Sliding Menu