Mais de 60 empresas retiram edital para construção da nova Estação de Tratamento de Esgoto

Categorias Notícias, Prefeitura de Araras

Licitação para escolha da empresa responsável pelas obras está agendada para sexta-feira, dia 28 de setembro, na sede do Saema

A sessão da licitação para escolha da empresa que vai construir a nova ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) de Araras está marcada para a sexta-feira desta semana, dia 28 de setembro, às 9h, na sede do Saema (Serviço de Água e Esgoto do Município de Araras).

Segundo a direção do Saema, 66 empresas já retiraram o edital com as exigências e conteúdo técnico para participar da licitação, na modalidade Concorrência Pública. As empresas interessadas devem protocolar a Garantia de Participação até a quinta-feira (27). O valor estimado da licitação é de R$ 21.626.554,12, com verba do governo federal.

Para conseguir a liberação dessa verba por parte do Ministério das Cidades, a Prefeitura de Araras precisou mudar o projeto executivo anterior, além de muitas reuniões técnicas com as equipes do próprio Ministério e da Caixa Econômica Federal, desde 2017. O prefeito em exercício Pedro Eliseu Sobrinho e o então presidente do Saema, Júnior Franco, foram a Brasília no mês de julho deste ano e conseguiram a aprovação de seu novo projeto da ETE. Desta forma, a Caixa Econômica Federal e o Ministério das Cidades autorizaram a abertura de licitação.

O novo projeto prevê uma ETE utilizando o processo de lodo ativado, com aeração prolongada (Etapa A). Essa fase é composta de tratamento primário, estação elevatória de esgoto, lagoa aerada, decantadores, medidor de vazão, tratamento de lodo e desinfecção de efluentes.

A técnica de tratamento do Saema, Renata Cristina Ignácio Batista, explica como será o caminho do esgoto durante seu tratamento na nova Estação: “O sistema de tratamento será de lodo ativado por areação. O esgoto vai passar na primeira etapa para retirada de materiais sólidos, depois a estação elevatória levará o material para o tratamento real. Posteriormente vai passar nos decantadores, onde haverá a separação da matéria orgânica, antes de ser desinfectado e despejado no rio novamente”, comentou.

A Estação terá capacidade de tratar 100% do esgoto doméstico, com 70% de eficiência. Uma segunda etapa do projeto prevê mais dois decantadores, leito de secagem e serviços urbanísticos, chegando a 95% de eficiência de tratamento de todo o esgoto produzido na cidade.

Sem tratar o esgoto

Araras tinha uma Estação de Tratamento de Esgoto, inaugurada na década de 1990, mas em 2015 foi registrado o desmoronamento de parte das paredes de concreto de dois dos três reatores de tratamento, deixando de tratar qualquer esgoto a partir daquele ano.

No final de 2016 a Prefeitura chegou a assinar um contrato com uma empresa para construir a nova Estação de Tratamento, utilizando o método de reatores UASB. Entretanto, o Ministério das Cidades reprovou o projeto apresentado, alegando incompatibilidade, obrigando a atual administração a executar outro projeto, modificando o sistema de tratamento.

O então presidente do Saema, Júnior Franco, providenciou uma nova proposta, desta vez utilizando um sistema compatível com a quantidade de esgoto a ser tratado em Araras. Chegou-se à conclusão que o sistema seria pelo processo de lodo ativado, com aeração prolongada. O mesmo foi apresentado à Caixa no final de 2017, com aprovação oficial em agosto deste ano.

Fonte: Secom/PMA

Você pode ler também!

Vários serviços da Prefeitura estarão centralizados no Ganha Tempo a partir da próxima segunda-feira, dia 22

Departamentos de Tributação, Execução Fiscal, Fiscalização Tributária, Protocolo, ainda concentrados na Rua Pedro Álvares Cabral, serão

Read More...

Adolescente é flagrado pelo SIG vendendo drogas na região norte de Araras

Com a autorização dos pais do adolescente, os policiais realizaram buscas no interior da residência. Os

Read More...

Inauguração do Ganha Tempo deverá acontecer na próxima semana em Araras

Num levantamento prévio, a Prefeitura concluiu que poderão ser ofertados até 400 serviços aos cidadãos, sendo

Read More...

Poste o seu comentário::

Seu E-mail não será publicado.

Mobile Sliding Menu