Emeief Dona Manoela Lacerda de Vergueiro passa por reformas para resolver o problema

Categorias Educação, Notícias

A Emeief Dona Manoela Lacerda de Vergueiro, localizada no Jardim Belvedere, passa por reformas em sua estrutura física para resolver a problema de infestação de escorpiões. A unidade havia suspendido as atividades em setembro e as aulas transferidas provisoriamente para as salas de catequese da Paróquia Bom Jesus.

A medida foi anunciada pelo prefeito Pedrinho Eliseu (PSDB) em reunião com os pais dos alunos da unidade escolar na última quarta-feira (13) no salão de festas da Paróquia Bom Jesus. “Nós tomamos todas as medidas preventivas para resolver o problema, mas chegamos a uma conclusão de que seria necessária a reforma da escola, já que sua estrutura é antiga. Na última semana encontramos um escorpião dentro de um dos encanamentos e a suspeita é de que eles estariam surgindo por meio do esgoto, já que toda a rede do bairro passa por debaixo do prédio”, explicou o prefeito.

Os trabalhos tiveram início na última semana e incluem a troca do telhado, retirada de armários e forros antigos, melhorias na rede de esgoto como a colocação de válvulas de repressão hidráulica – o que impede que animais que circulam pelo esgoto voltem e subam pelos ralos. Além disso, será realizada a troca da areia do parquinho, pintura geral, colocação de telas de proteção de insetos e o aterramento das raízes da seringueira que existe no local com a colocação de grama na superfície.

“Iremos fazer um trabalho minucioso, além de modernizar a escola para que a mesma seja entregue aos alunos e professores nas melhores condições”, ressaltou o secretário municipal de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas, Celso Canassa.

Segundo Pedrinho Eliseu, a previsão é de que os trabalhos sejam concluídos antes do início do ano letivo de 2018, programado para o dia 5 de fevereiro. “Faremos todo o esforço para que esta obra termine antes mesmo do início das aulas do ano que vem e assim os alunos possam retornar tranquilamente para lá (escola). Estamos otimistas de que tudo correrá bem, mas caso não consigamos terminar a tempo iremos fazer uma nova reunião com os pais para decidir quais medidas serão tomadas”, salientou o prefeito.
Entenda o caso

O problema começou em agosto quando os escorpiões foram encontrados por alunos e professores em um dos banheiros, na cozinha e em uma das salas de aula. Na época a Secretaria Municipal de Educação decidiu transferir as aulas para a Emei Professor Ângelo Carminatti, no Jardim São Luiz, para que medidas preventivas fossem tomadas. As ações envolveram uma série de dedetizações, tanto nas tubulações, por intermédio do Saema (Serviço de Água, Esgoto e Meio Ambiente do Município de Araras), como nos arredores do prédio; limpeza externa pela equipe da Forty, como poda de árvores e recolhimento de entulhos, além do controle biológico e a soltura de galinhas d’angola (consideradas predadores naturais). Após isso as aulas foram retomadas, mas o problema persistiu e, então, foi decidida a paralisação das atividades na Emeief por tempo indeterminado e as aulas transferidas para as salas de catequese da Paróquia Bom Jesus.

César Foguel – Opinião Jornal

Emeief Dona Manoela Lacerda de Vergueiro passa por reformas para resolver o problema

Você pode ler também!

Confira o resultado final do processo seletivo para estágio remunerado da Prefeitura

Com homologação do resultado, será iniciada nos próximos dias convocação dos candidatos, obedecendo rigorosamente à ordem

Read More...

Saema realiza substituição de reservatório do bairro Caio Prado

O novo reservatório tem capacidade para armazenar 50 mil litros de água tratada, 5 mil litros

Read More...

Prazo para pesagem de regularização do Bolsa Família foi prorrogado até o dia 30 de dezembro

Beneficiários devem fazer o acompanhamento de pesagem nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Araras das

Read More...

Poste o seu comentário::

Seu E-mail não será publicado.

Mobile Sliding Menu