Programa de parcelamento de dívidas com a Prefeitura já atendeu mais de 2 mil pessoas

Categorias Notícias, Prefeitura de Araras em

Contribuintes que possuem débitos com a Prefeitura de Araras têm a oportunidade de regularizar as dívidas, sem juros e sem multa, por meio da adesão ao Refis 2019 (Programa de Recuperação Fiscal).

Desde que o atendimento começou, no dia 16 de setembro, 2.142 pessoas foram atendidas no Ganha Tempo para adesão ao Refis. Desse total, 2.303 acordos foram realizados – o número é maior que o de atendimentos porque uma mesma pessoa pode efetuar parcelamento de mais de um imposto.

Pelo programa, todos os tributos vencidos até o dia 31 de dezembro de 2018 e que não foram pagos podem ser parcelados em até 24 vezes – entre eles, IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), ISSQN (Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza), Preço Público, etc. O prazo para adesão ao programa segue até o dia 27 de dezembro deste ano.

As parcelas têm valor mínimo de R$ 30 para pessoa física e de R$ 150 para pessoa jurídica. Segundo a Secretaria da Fazenda, o parcelamento é possível mesmo para contribuintes inscritos em dívida ativa, ainda que em fase de execução fiscal já ajuizada.

O projeto, de autoria da Prefeitura de Araras, foi aprovado pela Câmara Municipal e tem como principal objetivo proporcionar aos contribuintes a oportunidade de regularizar a situação fiscal perante a Fazenda Pública Municipal.

Para aderir ao Programa, o contribuinte deve comparecer ao Ganha Tempo, com documento de identidade. No caso de empresas, é necessário apresentar também cartão do CNPJ, CPF e contrato social.

Refis 2019

Adesão: até 27 de dezembro de 2019

Local de atendimento: Ganha Tempo (Rua Francisco Leite, 152, Centro)

Parcelamento: Em até 24 vezes*, sem juros e multa

Documentos necessários: pessoa Física: documento de identidade. Pessoa Jurídica: documento de identidade, cartão do CNPJ, CPF e contrato social

Quem pode participar: pessoas físicas e/ou jurídicas que tenham débitos com a Prefeitura de Araras, inscritas ou não em Dívida Ativa, até o dia 31 de dezembro de 2018

*Com valor mínimo de R$ 30 mensais para parcelamentos efetuados por pessoa física e de R$ 150 para refinanciamento efetuado por pessoa jurídica.

Você pode ler também!

Plano de imunização só ficará pronto quando tivermos vacina registrada na Anvisa, diz secretário do Ministério da Saúde

O secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Arnaldo Medeiros, disse nesta terça-feira (1), em coletiva sobre

Read More...

Conta de luz terá cobrança extra a partir desta terça-feira, decide Aneel

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu nesta segunda-feira (30) que haverá cobrança extra na conta de luz

Read More...

Campanha de doação de sangue vai disponibilizar 150 bolsas para coleta do material

A Secretaria Municipal de Saúde, em parceria com o Hemocentro de Campinas, realiza a última campanha de doação de

Read More...

Poste o seu comentário::

Seu E-mail não será publicado.

Mobile Sliding Menu