Audiência amplia participação popular na elaboração do Código de Obras

Categorias Prefeitura de Araras em
- Updated

A audiência pública sobre o Código Municipal de Obras e Edificações aprofundou os debates e a participação popular na elaboração do documento. O encontro  aconteceu na Câmara Municipal no fim de janeiro e contou com a participação de técnicos, que discutiram os  principais itens do material.

O documento visa disciplinar os procedimentos administrativos e executivos a serem obedecidos no licenciamento, fiscalização, elaboração de projetos, execução, manutenção e construção de obras e edificações no município de Araras. Trata também das normas de segurança, uso do espaço público, simplificação dos procedimentos em projetos menores, além da definição dos valores de taxas e infrações a serem aplicadas pelo Município.

“A previsão é que até a metade de fevereiro o processo seja encaminhado para apreciação da Câmara Municipal”, explicou Luiz Fernando Privatti, presidente da Comissão instituída para criação do Código e diretor do Departamento de Orçamentos e Projetos da Secretaria de Planejamento.

Desde que começou a ser elaborado, o documento passou por consulta pública, pelos principais órgãos da Administração Municipal, como o Condef (Conselho Municipal dos Direitos das Pessoas Com Deficiência), Departamento de Urbanismo, além da Secretaria de Justiça e Gabinete.

Além disso, também foi discutida a Outorga Onerosa do Direito de Construir, prevista no Estatuto das Cidades e no Plano Diretor. O documento prevê a regulamentação de regras para atingir o coeficiente máximo de aproveitamento de construção, tanto com relação à área quanto ao número de pavimentos. O objetivo é ser instrumento de planejamento do Município, determinando estratégias para seu crescimento e regramento urbanístico.

“Araras nunca teve um Código de Obras e Edificações, sendo que sempre seguimos os parâmetros das legislações Estaduais e Federais, que acabam sendo pouco específicas para nossas necessidades, permitindo dúbia interpretação. Por isso, a elaboração desse documento é tão importante para a normatização da execução, manutenção e construção de obras e edificações, garantindo o melhor desenvolvimento de nossa cidade”, completou Privatti.

Você pode ler também!

Biblioteca: catálogo de fevereiro disponibiliza mais 108 novos livros à população

O catálogo o mês de fevereiro da Biblioteca Municipal Martinico Prado disponibiliza mais 108 novos livros à população ararense.

Read More...

Município de Araras tem mais de 36 milhões de dívida com a Araprev, diz Prefeito Pedrinho Eliseu

O Prefeito Pedrinho Eliseu publicou em suas redes sociais, que o município de Araras, incluindo Prefeitura Municipal e TCA,

Read More...

Vereadora de Araras cobra medidas do Governo do Estado no combate à pandemia

Em Araras, a vereadora Ana Júlia Casagrande (PSDB) viajou a São Paulo na última quarta-feira (24) para buscar recursos

Read More...

Mobile Sliding Menu