Região de Piracicaba avança para fase verde do Plano SP de flexibilização da economia

Categorias Região em

A região de Piracicaba (SP) deve avançar para a fase verde do Plano São Paulo de retomada da economia. A informação foi confirmada pelo governo estadual nesta sexta-feira (9) e o anúncio será feito no início da tarde pelo governador João Doria (PSDB) em coletiva de imprensa para divulgar a reclassificação das cidades no plano estadual. A reclassificação passa a valer a partir de sábado (10).

As principais mudanças com o avanço de fase são a liberação do funcionamento de cinemas, museus, teatros e eventos, além de alteração nos horários de funcionamento das atividades que já estavam liberadas. (veja abaixo como ficam as regras)

O Plano São Paulo tem cinco fases e vai da vermelha, mais restritiva, passando pela laranja, amarela, verde, até a azul, chamada de “normal controlado”. Para chegar à fase verde a região precisa estar na amarela há 28 dias. Piracicaba entrou para a fase amarela no dia 8 de agosto.

Apesar da liberação, as prefeituras têm autonomia para decidir o que e quando deve reabrir. A assessoria da Prefeitura de Piracicaba (SP), maior cidade da região, informou que uma reunião será feita com o comitê de enfrentamento ao coronavírus na tarde desta sexta para definir como o município ficará.

O que muda na fase verde?
Shoppings e comércio de rua podem abrir por 12 horas e com aumento da capacidade para 60%;
Após 28 dias de estabilidade, eventos convenções e atividades culturais podem ser realizados com público em pé, mas com obrigação de controle e hora marcada.
Bares e restaurantes também podem abrir por 12 horas, desde que depois das 6h e antes das 22h;
Salões de beleza e barbearia podem abrir por 12 horas e com aumento da capacidade para 60%;
Academias de esporte de todas as modalidades e centros de ginástica podem abrir por 12 horas e com 60% de capacidade.
Para avançar os municípios de fase, o governo estadual considera que a taxa de ocupação dos leitos de UTI têm que estar abaixo entre 75% e 70% e o número de internações nos últimos 28 dias entre 30 e 40.

As prefeituras das 26 cidades da regional de saúde de Piracicaba podem avançar para a fase verde. São elas:

Águas de São Pedro
Analândia
Araras
Capivari
Charqueada
Conchal
Cordeirópolis
Corumbataí
Elias Fausto
Engenheiro Coelho
Ipeúna
Iracemápolis
Itirapina
Leme
Limeira
Mombuca
Piracicaba
Pirassununga
Rafard
Rio Claro
Rio das Pedras
Saltinho
Santa Cruz da Conceição
Santa Gertrudes
Santa Maria da Serra
São Pedro
Cosmópolis (SP), Nova Odessa (SP) e Santa Bárbara d’Oeste (SP) fazem parte do DRS de Campinas, apesar de serem da área de cobertura do G1 Piracicaba. A regional de Campinas também avança para a fase verde, de acordo com o governo estadual.

Plano São Paulo
Para começar a reabertura gradual do estado em 1º de junho, o governo dividiu o território de acordo com as 17 Divisões Regionais de Saúde (DRS). A Grande São Paulo ainda foi subdividida em microrregiões. A flexibilização da quarentena foi feita de modo diferente em cada uma dessas regiões. Os critérios definem em qual das cinco fases de permissão de reabertura a região se encontra:

Fase 1 – Vermelha: Alerta máximo
Fase 2 – Laranja: Controle
Fase 3 – Amarela: Flexibilização
Fase 4 – Verde: Abertura parcial
Fase 5 – Azul: Normal controlado

Você pode ler também!

Oito estados brasileiros impõem toque de recolher e DF decreta lockdown

Em São Paulo, o governador João Doria determinou um “toque de restrição”, que tem como objetivo evitar eventos e

Read More...

Adultos infectados com a variante identificada em Manaus têm 10 vezes mais vírus no corpo, aponta Fiocruz

Um estudo feito por pesquisadores da Fiocruz aponta que adultos infectados pela variante brasileira P.1 do coronavírus, identificada primeiro

Read More...

Ararense Natália Crippa pede ajuda dos internautas para participar do Reality “Mansão Cake Lover”

A ararense Natália Crippa pede ajuda dos internautas para participar do Reality "Mansão Cake Lover". Num vídeo publicado em suas

Read More...

Mobile Sliding Menu