Brasil tem média móvel de 584 mortes por Covid a cada dia; alta nos óbitos ocorre em 13 estados

Categorias Saúde em

O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h desta quarta-feira (18).

O país registrou 754 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, chegando ao total de 167.497 óbitos desde o começo da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 584, a maior desde o dia 11 de outubro. A variação foi de +49% em comparação à média de 14 dias atrás, indicando tendência de alta nas mortes por Covid. Assim como na véspera, essa é novamente a maior alta registrada desde o mês de maio.

Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 5.947.403 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 38.401 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 28.342 novos diagnósticos por dia, uma variação de +68% em relação aos casos registrados em duas semanas. Também aponta tendência de alta em relação às duas últimas semanas.

A tendência de alta nas médias móveis de óbitos e de casos em relação a 14 dias atrás pode ser em parte justificada com a queda nos registros ocorrida na semana do feriado de Finados, no início do mês. Apesar disso, os registros médio de mortes diárias acima de 580 e de casos acima de 28 mil são dados preocupantes, pois refletem o balanço dos últimos 7 dias.

Treze estados apresentaram alta na média móvel de mortes: PR, RS, SC, ES, MG, RJ, SP, GO, MT, AP, RO, TO e RN.

Vale ressaltar que há estados em que o baixo número médio de óbitos pode levar a grandes variações percentuais. No AP, por exemplo, que teve o maior indicativo de aumento, a média móvel de mortes saltou de 1 para 2 em duas semanas, resultando em alta de 160%. Já o MT estava com a média em 8 e agora tem 17 mortes por dia, alta de 118%.

Em RR, a tendência mudou de +367% para -100% em um dia. Isso ocorreu devido ao registro de um número alto de mortes acumuladas no dia 11/11. Como já se passou mais de uma semana, esse número deixou de ter reflexo na média móvel, que foi a 0, invertendo a tendência em comparação com 14 dias atrás (quando também estava em 0). Os dados de médias móveis são, em geral, em números decimais e arredondados para facilitar a apresentação dos dados.

Brasil, 18 de novembro
Total de mortes: 167.497
Registro de mortes em 24 horas: 754
Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 584 por dia (variação em 14 dias: +49%)
Total de casos confirmados: 5.947.403
Registro de casos confirmados em 24 horas: 38.401
Média de novos casos nos últimos 7 dias: 28.342 por dia (variação em 14 dias: +68%)
(Antes do balanço das 20h, o consórcio divulgou dois boletins parciais, às 8h, com 166.758 mortes e 5.909.026 casos; e às 13h, com 166.847 mortes e 5.912.903 casos confirmados.)

Você pode ler também!

Ladrão que furtou pedalinho em Rio Claro para escapar da GCM continua foragido

Continua foragido o ladrão que escapou da Guarda Civil Municipal de Rio Claro ao utilizar um pedalinho e adentrar

Read More...

Bellagamba assume cargo de prefeito de Rio Claro

Conforme o JC noticiou ontem (2), a Justiça determinou o afastamento de Juninho por conta da investigação do Ministério

Read More...

Comitê de SP recomenda reuniões de Natal e ano-novo com até 10 pessoas

O Centro de Contingência de Combate à Covid-19, montado pelo governo João Doria (PSDB) para coordenar ações contra a

Read More...

Poste o seu comentário::

Seu E-mail não será publicado.

Mobile Sliding Menu