Brasil tem média de 588 mortes por Covid-19 por dia, a mais alta em quase dois meses

Categorias Brasil em

O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h deste domingo (6).

O país registrou 321 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, chegando ao total de 176.962 óbitos desde o começo da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 588, a mais alta registrada desde 11 de outubro — nesse dia, a média foi de 590. A variação foi de +18% em comparação à média de 14 dias atrás, indicando tendência de alta nos óbitos pela doença.

Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 6.602.942 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 26.243 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 41.327 novos diagnósticos por dia. Isso representa uma variação de +37% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que indica tendência de alta também nos diagnósticos.

Dezessete estados apresentaram alta na média móvel de mortes: PR, RS, SC, ES, SP, MS, MT, AC, AP, RO, RR, TO, CE, PB, PE, RN e SE.

Brasil:

Total de mortes: 176.962
Registro de mortes em 24 horas: 321
Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 588 (variação em 14 dias: +18%)
Total de casos confirmados: 6.602.942
Registro de casos confirmados em 24 horas: 26.243
Média de novos casos nos últimos 7 dias: 41.327 por dia (variação em 14 dias: +37%)
(Antes do balanço das 20h, o consórcio divulgou um boletim parcial às 13h, com 176.721 mortes e 6.582.606 casos confirmados.)

Estados
Subindo (17 estados): PR, RS, SC, ES, SP, MS, MT, AC, AP, RO, RR, TO, CE, PB, PE, RN e SE.
Em estabilidade, ou seja, o número de mortes não caiu nem subiu significativamente (5 estados + o DF): MG, DF, PA, BA, MA e PI
Em queda (4 estados): RJ, GO, AM e AL
Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação deste balanço em relação à média registrada duas semanas atrás (entenda os critérios usados pelo G1 para analisar as tendências da pandemia).

Vale ressaltar que há estados em que o baixo número médio de óbitos pode levar a grandes variações percentuais. Os dados de médias móveis são, em geral, em números decimais e arredondados para facilitar a apresentação dos dados.

Você pode ler também!

Oito estados brasileiros impõem toque de recolher e DF decreta lockdown

Em São Paulo, o governador João Doria determinou um “toque de restrição”, que tem como objetivo evitar eventos e

Read More...

Adultos infectados com a variante identificada em Manaus têm 10 vezes mais vírus no corpo, aponta Fiocruz

Um estudo feito por pesquisadores da Fiocruz aponta que adultos infectados pela variante brasileira P.1 do coronavírus, identificada primeiro

Read More...

Ararense Natália Crippa pede ajuda dos internautas para participar do Reality “Mansão Cake Lover”

A ararense Natália Crippa pede ajuda dos internautas para participar do Reality "Mansão Cake Lover". Num vídeo publicado em suas

Read More...

Mobile Sliding Menu