Festa das Árvores 2021: Executivo Municipal ressalta importância de ações efetivas de preservação ao Meio Ambiente

Categorias Eventos em

A Prefeitura de Araras realizou, na manhã desta segunda-feira (7), a Festa das Árvores 2021. O evento, que teve como principal objetivo o resgate histórico-cultural da cidade, foi transmitido ao vivo pelo Facebook Prefeitura de Araras e contou com entrega do Espaço Eco-Cultural João Pedro Cardoso.

A primeira Festa da Árvore aconteceu em 1902 em Araras e é considerada evento ecológico pioneiro no país. Organizada por Alberto Löfgren (cientista, considerado um dos pioneiros da ideia desenvolvimento sustentável no Brasil), Coelho Netto (jornalista e principal divulgador da Festa), e João Pedro Cardoso (engenheiro, responsável por trazer a Festa para a cidade), a primeira festa foi inspirada no Arbor Day, ação realizada nos Estados Unidos 30 anos antes.

“A Festa das Árvores 2021 deve ser o marco da retomada dessa história em nossa cidade. Gratidão a todos que trabalharam para tornar esse resgate histórico uma realidade. Obrigada por sonharem e transformarem esses sonhos em realidade. Cultura em movimento. A arte salva”, declarou o secretário de Cultura, Fredo Júnior, durante o evento.

A revitalização do Espaço Eco-Cultural João Pedro Cardoso, lançado durante a transmissão, foi realizada em parceria com o Centro de Ciências Agrárias do campus Araras, da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). O local deve receber outras reformas para ser utilizado pela população ararense.

“É com muita satisfação e alegria que estamos hoje aqui comemorando essa festa. Para nós da UFSCar e eu aqui, em nome do Centro de Ciências Agrárias, estou muito feliz com essa parceria e com esse trabalho, o primeiro de muitos que serão realizados. Para nós é muito importante estreitar laços com o município e trabalharemos para trazer, cada vez mais, a Universidade para perto da comunidade ararense”, comentou o diretor do Centro de Ciências Agrárias, do campus Araras da UFSCar, Ricardo Fugihara.

O evento teve o apoio das Secretarias de Meio Ambiente, Serviços Públicos, Educação e também do Saema (Serviço Municipal de Água e Esgoto do município de Araras).

“Essa comemoração não significa somente resgatar os 119 anos da Festa da Árvore, mas também o simbolismo a respeito da importância da preservação do meio ambiente. Essa administração está muito preocupada com as questões ambientais, que devem ser discutidas rotineiramente em todos os âmbitos”, comentou o secretário de Meio Ambiente, Rodolfo Bergamin.

A vice-prefeita de Araras, Anete Monteiro dos Santos Casagrande, ressaltou a importância da realização de ações que voltem a consagrar Araras como a Cidade das Árvores.

“Nossa cidade foi definida como Cidade das Árvores no dia 07 e junho de 1902. Essa nomenclatura faz parte da nossa história e é extremamente importante para a identidade de nosso povo. Esse ato solene é para enfatizar quão importante é esse momento”, explicou Anete.

Por fim, o prefeito de Araras, Pedrinho Eliseu ressaltou que o Executivo Municipal busca soluções para alguns dos maiores problemas ambientais da cidade, como o tratamento efetivo do esgoto, para que soluções mais complexas a respeito da preservação do meio ambiente sejam implementadas.

“Araras sempre foi uma cidade de vanguarda, que esteve antes em muitos aspectos. A comemoração da Festa das Árvores é um deles. O rompimento dos vergonhosos grilhões dos escravos, como bem ilustra o nosso hino, também. Mas não foi só isso. Araras tratava o esgoto e falar de uma festa com a dimensão de uma festa em respeito às árvores sem falar de toda essa agenda de meio ambiente seria algo absolutamente imperdoável. Nós queremos ressaltar tudo isso. Quando nem 3% dos municípios ararenses tratavam seus efluentes, nós já tratávamos e vamos resgatar tudo isso agora, concluindo as obras e entregando essa estação de volta para os braços de nossa gente”, comentou o Prefeito.

Pedrinho declarou que as Secretarias trabalham em conjunto em agenda voltada ao tema.

“Vamos resolver também a questão da água na cidade. Estamos criando uma agenda que envolve a todos nós. Mais do que tudo, envolve o estado de espírito. Festejar é querer resgatar algo. Tanto quanto é importante o resgate da Festa, são as ações do Governo pra que tudo aquilo que se perdeu e precisa acontecer hoje, aconteça”, ressaltou o prefeito.

 

Festa das Árvores em 1902

Com repercussão nacional, o evento contou com plantio de mudas vindas do horto botânico de São Paulo. Cerca de 500 crianças das escolas da cidade plantaram 242 mudas de vários tipos como faveiro, peroba, carvalho, guarantã entre outras, incluindo a única remanescente, que é a palmeira centenária, localizada em frente ao Colégio Coronel Justiniano Whitaker de Oliveira.

Idealizada por João Pedro Cardoso, o evento teve como principal objetivo “promover pelo exemplo a plantação e conservação de árvores, agindo como meio de propaganda por este culto necessário”, de acordo com a “Acta da inauguração solenne da Festa das Arvores em 7 de junho de 1902”. A ação foi considerada pioneira no país, pois na época todas as atenções estavam voltadas às estradas de ferros e ao plantio do café. Já a consciência ecológica, estava longe de ser prioridade.

A Festa das Árvores de 1902 nasceu dos protestos de um pequeno grupo de cientistas sobre as devastações ambientais. Em um cenário onde a natureza não tinha seu valor reconhecido, comemorar o Dia da Árvore parecia sem sentido. Mas eles comemoraram mesmo assim.

Você pode ler também!

Covid-19: vacina para profissionais da Educação 18+ está disponível

Já está disponível no Parque Ecológico a vacina contra a Covid-19 (Sars-CoV-2) para os profissionais da Educação do grupo

Read More...

Saúde realiza Dia D de vacinação contra a Covid-19 para pessoas com comorbidades neste sábado

A Secretaria da Saúde realiza, no próximo sábado (12), Dia D de vacinação contra Covid-19 para pessoas com comorbidades

Read More...

Covid-19: vacinação de gestantes e puérperas 18+ tem início nesta sexta-feira

Nesta sexta-feira (11) começa a vacinação contra a Covid-19 para gestantes e puérperas (45 dias pós-parto) do grupo 18+

Read More...

Mobile Sliding Menu