Fim de semana tem registro de 25 incêndios em Araras

Categorias Cidade, Notícias

Vinte e cinco chamadas para combater incêndios foram recebidas pelo Corpo de Bombeiros entre a última sexta-feira (15) e o domingo (17), número classificado como alto pela corporação. Dentre todos, dois foram na zona norte e um no bairro Cascata onde uma grande APP (Área de Preservação Permanente) foi completamente destruída.

O subtenente Ted Cássio de Camargo disse que as equipes encontraram dificuldades para atender a todas as chamadas, por conta do número de viaturas e equipes. No caso da Cascata, por exemplo, as chamas começaram na última quinta-feira (14), mas se propagaram rapidamente a partir da sexta-feira.

Camargo classifica o incêndio da Cascata como “absurdo e lastimável”, principalmente pela possibilidade de ter sido provocado pela ação humana. “Tenho convicção que o fogo começou por conta de alguém e se alastrou rapidamente”, afirma.

Em decorrência dos incêndios a Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) informou que ontem a qualidade do ar na região de Araras estava classificada como “moderada”, o que já indica que está afetada pela poluição. O tempo seco e a ausência de ventos agravam a situação, já que os poluentes não são dissipados.

Durante três dias, mata da Cascata foi destruída pelas chamas: Corpo de Bombeiros contou com ajuda de caminhões-pipa de usinas e animais silvestres morreram queimados
(Crédito: Cristiano Leite/Tribuna)

Cenário na Cascata é de terra arrasada

O cenário na área afetada pelo incêndio na Cascata é desolador e confirma a situação dita pelo subtenente Camargo. Ele disse que ainda não é possível avaliar a dimensão total da área atingida, mas os danos para a natureza são graves.

“Foram mortos animais como cobras e tatus, além de centenas de pássaros que morreram queimados”, disse Camargo. A área atingida também é conhecida por abrigar macacos de várias espécies, tanto que na tarde de ontem a reportagem encontrou macacos nas margens da Estrada Municipal Fábio da Silva Prado.

A área atingida é grande e começa desde a Estrada da Cascata e segue até atrás da Fazenda Riachuelo. “O terreno onde está a área é muito íngreme e o acesso das equipes dos bombeiros foi muito dificíl”, explica Camargo.

De fato, a maioria do terreno onde está a mata é composta por morro. “Além das viaturas do Corpo de Bombeiros, recebemos ajuda das Usinas São João e Santa Lúcia e do Furlan”, disse. Mesmo assim, as chamas persistiram durante três dias e dizimaram importante área verde.

Lixo inflamável permitiu rápido alastramento das chamas em uma propriedade que separa lixo reciclável, na zona norte
(Crédito: Kirk Daves)

Incêndios atingiram bairros da zona norte

Na zona urbana foram vários incêndios atendidos pelos Bombeiros e incluem a região do Olívia Park e Heitor Villa-Lobos. Porém, a situação mais delicada ocorreu na zona norte.

O primeiro incêndio foi na região do Condomínio Samantha 3 e terrenos e áreas com vegetação nativa foram destruídas. A cena chamou atenção do prefeito Pedrinho Eliseu (PSDB), que gravou um vídeo no local e postou em seu perfil na rede social Facebook. Nele, lamenta a situação e promete que vai intensificar a fiscalização para identificar os responsáveis.

““Estou atrás do Samantha 3 e essa é a irresponsabilidade de algumas pessoas que jogam fogo em terrenos. Não foi sem querer, estão jogando fogo mesmo! São lugares (terrenos) separados e não sei qual interesse. Vamos intensificar nossa cobrança e fiscalização”, disse no vídeo. Pedrinho pede que munícipes liguem para a Guarda Municipal (153) ou Polícia Militar (190).

No domingo mais um incêndio atingiu a zona norte, dessa vez em uma propriedade que separa lixo reciclado e que fica ao lado do Jardim Prefeito Warley Colombini (Aeroporto). As equipes dos Bombeiros controlaram as chamas após uma hora de combate e não se alastraram.

A nuvem de fumaça negra tomou conta do horizonte e pode ser vista nos quatro cantos da cidade o que piorou ainda mais a qualidade do ar durante o fim de semana. O subtenente Camargo pediu atenção para a população enquanto a seca continuar na região. “A gente pede para que evite colocar fogo no mato ou em terreno durante a limpeza ou jogar bituca de cigarro. A vegetação seca e o tempo quente permitem que as chamas se espalhem rapidamente”, orientou.

A previsão do tempo feita pelos institutos climatológicos não é animadora e todos apontam para persistência do calor e tempo seco até o dia 23 de setembro. “Caso o munícipe veja alguém tacando fogo, peço que ele acione a PM (190) ou a GM (153) ou 193, que é do Corpo de Bombeiros. Importante ressaltar que causar incêndio é crime”, finaliza.

Prefeito realiza reunião de emergência

Por conta dos incêndios, o prefeito Pedrinho Eliseu realizou uma reunião de emergência ontem à tarde no Paço Municipal. Ela contou com a presença do 1º tenente do Corpo de Bombeiros, Alexandre Rovay, além de servidores de secretarias.

“Esses servidores serão treinados pelo Corpo de Bombeiros para atuarem em ocorrências de fogo em mato. Na maioria das vezes, o combate em fogo em mato é realizado manualmente e toda a ajuda será bem-vinda”, disse Rovay.

A ocorrência de fogo em mato precisa ser extinta com equipamentos manuais e a frente de trabalho será bem vinda. “Usar o fogo para limpar mato e lixo não é adequada, então não façam queimadas. É muito importante que a pessoa ligue para o 193, mas as demais forças de segurança para que sejam tomadas providências”, finaliza o tenente.

Quem chamar em caso de incêndio?

Corpo de Bombeiros 193

Polícia Militar 190

Guarda Municipal 153

Fonte: Tribuna do Povo – Site

Você pode ler também!

Bandeira do Município a meio-mastro na Câmara Municipal de Araras homenageia o médico Dr. Enio Vitali

Os vereadores da Câmara Municipal de Araras lamentaram o falecimento do médico Dr. Enio Vitali com

Read More...

Concurso Público do TCA tem 1.226 inscritos

Prova mais concorrida será a de Auxiliar de Limpeza de Ônibus, com 843 candidatos O concurso

Read More...

Homenagem ao Dr. Enio Vitali, Presidente da Fundação Hermínio Ometto

Com muita tristeza, comunicamos o falecimento do Presidente da Fundação Hermínio Ometto, Dr. Enio Vitali, em

Read More...

Poste o seu comentário::

Seu E-mail não será publicado.

Mobile Sliding Menu