PROTESTO: Motoristas abastecem R$ 0,50 e exigem nota fiscal em Araras, SP

Categorias Cidade, Notícias em
- Updated

Dezenas de motoristas se reuniram, na tarde desta quarta-feira (22), para protestar contra o aumento da gasolina e percorreram alguns postos de combustíveis de Araras (SP).

Os motoristas abasteceram carros e motos com R$ 0,50 de gasolina, alguns fizeram o pagamento no cartão de crédito e ainda solicitaram a emissão do cupom fiscal.

Ao abastecer o valor de R$ 0,50 os motoristas geram prejuízo ao posto, já que os impostos pagos pelo empresário sobre a nota fiscal não cobrem este custo. “Vão ficar no prejuízo e com certeza eles vão pressionar a distribuidora para poder baixar os preços do combustível”, disse um dos organizadores do protesto.

Ao ver a fila que se formou, outros motoristas se juntaram ao protesto, inconformados com o valor atual da gasolina em torno de R$ 3,95 o litro. “Para quem é assalariado não tem condições de pagar esse preço”, contou o autônomo Cristiano Silva.

Mobilização começou há uma semana pelo WhatsApp e grupo já tem 168 integrantes

Indignados com a alta dos preços dos combustíveis, ararenses se mobilizam pela rede social WhatsApp e protestos foram agendados a partir desta quarta-feira (22). De acordo com dados da ANP (Agência Nacional do Petróleo), somente a gasolina subiu R$ 0,50 desde o mês de abril.

Até a produção da reportagem, o preço médio do litro estava entre R$ 3,95 e R$ 4. Em alguns postos até passou dos R$ 4. No caso do etanol, que seria uma opção para o consumidor, o preço médio é de R$ 2,75.

Um dos grupos é o “Olho na Bomba”, que em uma semana já tem 168 integrantes. Régis Dutra, um dos idealizadores, fala que a meta é alcançar 200 integrantes até o próximo fim de semana.

Ele explica que o grupo é resultado de debates entre munícipes que se dizem indignados não somente com o alto preço cobrado, mas também pela possibilidade da existência de um cartel na cidade. “A revolta é grande e pagamos um alto preço por um produto que em alguns postos a qualidade é duvidosa”, afirma Dutra.

O ato de promover carreatas para abastecer apenas R$ 0,50 não é incomum e protestos semelhantes foram realizados em outras cidades do Brasil. “Sabemos que a principal resposta dos proprietários dos postos é a alta tributação, mas não entendemos o motivo do custo em Araras ser tão alto”, disse Dutra, que cita também que o grupo tem como meta levar a reivindicação até Brasília.

Grupo pretende acionar Ministério Público

O objetivo do grupo não é ficar restrito somente nas redes sociais e nas carreatas como protestos, mas também encaminhar a reivindicação para o Ministério Público. Questionado se a reclamação foi levada até o Procon, a resposta de Dutra foi “sim”, e ele disse que o órgão perdeu a confiança dos consumidores.

“Já encaminhamos a reclamação para o Procon em outras ocasiões e sempre dizem que a atitude adotada em Araras está correta, dentro da lei. Então, o consumidor perdeu a confiança no órgão. Como disse, vamos reunir o máximo de pessoas e até acionar o MP”.

Fonte: Repórter Beto Ribeiro – Site

PROTESTO: Motoristas abastecem R$ 0,50 e exigem nota fiscal em Araras, SP

Você pode ler também!

Polícia Civil realiza operação em postos de combustíveis de Araras

A Polícia Civil de Araras (SP), realizou na manhã desta sexta-feira (06), uma pequena operação para

Read More...

Polícia prende homem que se passava por bombeiro para aplicar golpes em comerciantes de Araras

Um homem foi preso na tarde de quinta-feira (5) após tentar aplicar um golpe em um

Read More...

Terminal de ônibus da Zona Leste de Araras receberá o nome de João Franchozza – Colêra

Os vereadores aprovaram por unanimidade, na noite da última segunda-feira (2), o projeto de lei de

Read More...

Poste o seu comentário::

Seu E-mail não será publicado.

Mobile Sliding Menu