Câmara promove palestra sobre prevenção do suicídio durante a campanha ‘Setembro Amarelo’

Categorias Câmara Municipal, Notícias

As palestras serão ministradas pelas psicólogas Elaine Reis e Nayara Santos no dia 4 de setembro, às 19h30, no Plenário Bruno Moysés Batistela na Câmara Municipal de Araras. O evento é gratuito e aberto a população.

Esta é a 3ª edição da Campanha ‘Setembro Amarelo’ em Araras, que tem a finalidade de conscientizar a população quanto a prevenção do suicídio e a valorização da vida, uma vez que todo o dia 10 de setembro comemora-se o dia oficial da prevenção mundial do suicídio.

No evento, o público poderá conferir as formas de prevenção e ética na divulgação do suicídio, a importância de conversar sobre o tema com jovens e idosos, além de conhecer as estatísticas atualizadas de suicídios no Brasil, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

A estimativa de acordo com a OMS, são 804 mil suicídios por ano no mundo, sobretudo, em países onde a renda é considerada baixa ou média. Os casos envolvem principalmente os homens, a cada 48 segundos existem pessoas cometendo suicídio no mundo. “O suicídio é um processo de decisão sobre as vantagens e desvantagens de viver, trata-se de um ato cujo risco pode aparecer em diversos tipos de agravos de saúde mental ou relacionados a doenças físicas, crônicas, doenças terminais, desemprego entre outros, sendo considerado um problema de saúde pública, o suicídio demanda a atenção de toda a sociedade”, destaca em suas palestras a psicóloga Elaine Reis.

O Brasil é o oitavo entre os 28 países que tiveram aumento nos casos de suicídios. Para a psicóloga Elaine Reis, as pessoas que fomentam a ideia do suicídio, sempre dá alguns sinais claros de que estão com sérios problemas para os quais não veem saída racional e objetiva. “Houve um aumento dos suicídios entre os idosos, por causa de eles se sentirem inúteis, desamparados, por ficarem viúvos, por se aposentarem e acharem que não servem mais para nada”, explica Elaine.

A psicóloga garante que se for trabalhada a prevenção, de cada 10 casos, nove podem ser evitados. “A prevenção não é feita só em setembro não, em época de campanha, é feita o ano inteiro, é importante acompanhar a alteração de comportamento das pessoas e oferecer ajuda se necessário”, alerta.

No Brasil, a população tem à disposição o número 188 do CVV – Centro de Valorização da Vida – órgão sem fins lucrativos dedicado a escutar pessoa que esteja passando por dificuldades, funcionando como uma prevenção ao suicídio. No ano passado, os voluntários que atuam no CVV receberam 2 milhões de ligações.

Com informações da Diretoria de Comunicação da CMA

Você pode ler também!

Motorista capota veículo após dormir ao volante em Araras

Na manhã deste domingo um grave acidente foi registrado na Avenida Maria Aparecida Muniz Michielin, na

Read More...

Alça do dispositivo no entroncamento da rodovia SP-330 com a SP-191 será interditada temporariamente

A Arteris Intervias, concessionária que integra o Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo,

Read More...

Justiça Eleitoral: Revisão do eleitorado começa em 4 de fevereiro

O objetivo é garantir que todo o eleitorado realize o cadastramento biométrico; o não comparecimento à

Read More...

Poste o seu comentário::

Seu E-mail não será publicado.

Mobile Sliding Menu