Integrantes do Conselho dos Direitos da Mulher tomam posse

Categorias Notícias, Prefeitura de Araras em

Conselho tem como finalidade assegurar o exercício pleno da cidadania feminina; comitê foi eleito para biênio de abril de 2019 a abril de 2021

A Prefeitura de Araras deu posse às novas conselheiras titulares e suplentes do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Araras. O palco da solenidade foi a Casa da Memória “Pedro Pessotto Filho”, na noite da última terça-feira (16).

A cerimônia contou com a presença do vice-prefeito e secretário municipal do Governo, Carleto Denardi, da diretora de Coordenadoria Mulher, Mônica Barreto, do diretor da Casa dos Conselhos, Wagner Leveghim, da vice-presidente do Fundo Social de Solidariedade de Araras, Ângela Denardi, da primeira-dama e presidente do Fundo Social, Daniela Franco, do secretário municipal da Saúde, Romildo Benedito Borelli e da nova delegada titular da Delegacia da Mulher de Araras, Andréa Arnosti Pavan, além das novas componentes do Conselho.

Composto por 22 membros, entre conselheiras e suplentes, o Conselho elegeu como presidente Pérola Monteiro dos Santos Quintiliano – como representante do Movimento das Mulheres Negras, e como sua vice-presidente, Bruna Brehmer da Silva Paz – como representante do Lions Clube.

“Estou muito emocionada e muito feliz. Há muito tempo desejo um Conselho da Mulher que realmente faça a diferença. Neste pouco tempo que estivemos juntas, percebi que as novas integrantes são guerreiras e estão querendo, de fato, fazer a diferença. Convido a todos, homens e mulheres, para estarem conosco nesta conquista. Faremos um trabalho para somar”, disse a nova presidente eleita, Pérola Monteiro dos Santos Quintiliano.

O Conselho tem como finalidade assegurar o exercício pleno da cidadania feminina, estimulando a participação e a integração no desenvolvimento social e nas atividades de cunho econômico, político e cultural da sociedade ararense.

“O Conselho se torna muito importante para o município, pois Araras tem certo índice de violência. Não é esperar a mulher ser agredida para ser acolhida e tomar as medidas necessárias, tem que trabalhar com prevenção. Seja com capacitação profissional – para não ficar na dependência entre outras. Vamos busca junto ao Governo, maneiras de trazer casa de acolhimento e até mesmo o botão do pânico aqui para nossa cidade”, comentou a diretora de Coordenadoria da Mulher, Mônica Barreto.

O vice-prefeito e secretário de governo, Carleto Denardi, que na ocasião também representou o prefeito, Júnior Franco – que estava em outra agenda – disse que é um momento muito importante, pois demonstra o quanto a cidade está preocupada com o tema.

“As eleitas, com certeza, têm vontade de fazer com que as políticas públicas inerentes ao assunto saiam do papel. E é papel delas cobrarem isso e fazer acontecer. Nós, enquanto poder público estamos dispostos, na medida das possibilidades, a atender essas demandas para que possamos, de fato, nos realizarmos como pessoas homens e mulheres que devem acima de tudo se respeitarem. Desejo um bom trabalho a todas”, finalizou Carleto.

Você pode ler também!

Confira as vagas de emprego disponíveis no PAT Araras dia 13/12/2019

* INTERESSADOS NAS VAGAS COMPARECER PESSOALMENTE, EM UMA DAS UNIDADES DO PAT, INFORMANDO CÓDIGO DA VAGA.

Read More...

Briga de casal termina em prisão na cidade de Araras

Na manhã desta quinta-feira (12), os policiais militares soldado Morelli e soldado Müller, foram solicitados para

Read More...

Papai Noel atende crianças e adultos na Praça Barão até dia 22

Crianças e adultos podem visitar o Papai Noel, no coreto da Praça Barão de Araras, desta

Read More...

Poste o seu comentário::

Seu E-mail não será publicado.

Mobile Sliding Menu