Galhos triturados viram adubo sustentável nos canteiros da Casa da Memória

Categorias Notícias, Prefeitura de Araras em

A Prefeitura de Araras vem implantando diversas ações para garantir mais sustentabilidade e preservação do meio ambiente. Este mês, a administração municipal passou a contar com um triturador de galhos, que garante a destinação correta do material resultante da poda de árvores e também economia aos cofres públicos.

Os galhos triturados se transformam em compostagem e servem como adubo orgânico para ser utilizado em áreas verdes e jardins públicos. Uma das primeiras estruturas a receber a novidade foi a Casa da Memória de Araras Pedro Pessotto Filho, projetada seguindo critérios de sustentabilidade e referência em Araras para prédios públicos.

“A compostagem vem, agora, somar aos cuidados que a Prefeitura já tinha com a questão da sustentabilidade e da preservação ambiental. O reaproveitamento desse material é de suma importância para termos uma cidade mais desenvolvida”, comentou o secretário municipal de Meio Ambiente e Agricultura, Carlos Cerri Junior.

Acoplado a um trator, o triturador é utilizado por equipes da Secretaria Municipal de Serviços Públicos na remoção de galhos de árvores que foram cortados, após autorização da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Agricultura – as solicitações devem ser feitas pela população no Ganha Tempo. O novo sistema traz também economia aos cofres públicos, já que reduz viagens e mão de obra para recolhimento do material.

Em seguida, esse material triturado é misturado a um composto e se transforma em adubo orgânico, utilizado em jardins, canteiros e hortas públicas.

Casa da Memória: exemplo de sustentabilidade

O prédio que abriga a Casa da Memória foi construído no início do século XX e passou por um processo de revitalização em 2013, com o objetivo de adequá-lo para abrigar o acervo histórico da cidade. O local já abrigou o Educandário Benedita Nogueira e também o Paço Municipal.

As obras modernizaram as instalações e fizeram da sustentabilidade a principal característica da nova estrutura. O prédio foi equipado com sistemas que garantem economia de recursos naturais, focados em:

– Redução do consumo de água: instalação de torneiras hidromecânicas, caixas acopladas nos banheiros e cisternas de 3 mil litros de capitação de água de chuvas

– Redução do consumo de energia: instalação de sensores de presença nos banheiros, uso de lâmpadas de LED em ambientes internos e externos, ventilação cruzada para evitar uso de ventiladores e ar-condicionado

-Redução da emissão de carbono: plantio de mudas no entorno do prédio e paraciclo para incentivar a visita de ciclistas

– Cuidados com o solo: uso de composto vegetal produzido pelo triturador de galhos para não usar adubo químico, canteiros ecológicos projetados para maior permeabilidade de água no solo.

Você pode ler também!

Sem horário de verão, Google pede a usuários que tirem atualização automática do relógio no Android

O Google publicou um anúncio oficial em seu blog, nesta sexta-feira (18), recomendando que usuários de

Read More...

Tenista ararense é vice-campeã da Copa Guga Kuerten 2019

Com apenas nove anos de idade, a tenista ararense Clara Borrasca Fernandes conquistou o vice-campeonato no

Read More...

Emei do Jardim Dalla Costa é a segunda escola inaugurada neste semestre

A região sul de Araras ganhou mais uma escola municipal na manhã desta sexta-feira (18). A

Read More...

Poste o seu comentário::

Seu E-mail não será publicado.

Mobile Sliding Menu

1
Olá! Fale com o portal Notícias de Araras pelo WhatsAPP Oficial. Clique no botão abaixo para abrir o aplicativo.
Powered by