Prefeitura lança projeto de Educação Energética em parceria com a Elektro

Categorias Notícias, Prefeitura de Araras em

A Prefeitura de Araras lançou na manhã desta terça-feira (28) o projeto Educação com Energia, em parceria com a concessionária Elektro. A solenidade aconteceu na Casa da Memória Pedro Pessotto Filho e reuniu autoridades municipais, imprensa e equipes gestoras da rede municipal de ensino.

A ação irá envolver alunos de seis escolas: Emef Antonia Marques Dahmen, Emef Thereza Colette Ometto, Emef Professor Joel Job Fachini, Emef Professor Júlio Ridolfo, Emef Professor Leonaldo Zornoff e Emef Professora Adalgisa Perin Balestro Franzini.

“Essa é uma parceria muito importante, que vai possibilitar a formação de cidadãos mais conscientes de suas responsabilidades. Nossas crianças serão multiplicadoras desse conhecimento e vão ajudar a difundir a importância da economia de energia em suas casas”, acrescentou o prefeito Junior Franco.

As formações já estão programadas para a primeira fase do projeto. “O objetivo é integrar o novo conteúdo ao currículo escolar, conforme diretrizes da BNCC (Base Nacional Comum Curricular) do Ministério da Educação. É uma honra receber esse projeto, afinal, poucas cidades foram escolhidas pela concessionária. É mais uma importante parceria. Desde o ano passado temos feito isso. Esse é um governo estável e que entrega bons resultados à nossa população”, comentou o secretário municipal de Educação, Bruno Roza.

O projeto educacional auxiliará o professor a desenvolver conteúdos para promover a consciência sobre a utilização da energia elétrica, o impacto dele no meio ambiente e no cotidiano. Por meio dele, a comunidade escolar será capacitada sobre a importância do consumo consciente de energia elétrica.

“Mais uma parceria entre a Prefeitura e nós da Elektro. Fico muito feliz da administração municipal ter abraçado essa ideia de reforçar o conceito da importância do uso consciente da energia elétrica”, afirmou Eduardo Zornoff, representante institucional da Elektro.

Araras é uma das cidades que receberão o projeto da concessionária. E, segundo a Elektro, as equipes que apresentarem os melhores projetos serão premiadas com R$ 10 mil. A escolha será feita por um comitê especial.

 

O projeto

 

Objetivo

Com o desafio de impactar o maior número de alunos da Rede Pública, onde se concentram 77,7% dos estudantes, segundo o Senso Escolar 2018 – INEP/MEC, o Projeto Educação com Energia trabalha com os seguintes objetivos:

1. Sensibilizar responsáveis pelas Secretarias de Educação e Gestores Pedagógicos sobre a importância do ensino de eficiência energética e consumo eficiente em nossas escolas;

2. Formar nossos professores para que integrem o conteúdo de eficiência energética ao currículo escolar, conforme diretrizes da BNCC;

3. Estimular a aprendizagem conceitual sobre eficiência energética e mobilizar nossos alunos para a criação de projetos de eficiência energética que tenham como desafio resolver problemas cotidianos locais (na casa, no bairro, na escola, na cidade) ou globais envolvidos nessa temática.

 

A quem se destina?

O público-alvo desse projeto são os coordenadores pedagógicos, professores de Ciências e Geografia e alunos do 8º ano do Ensino Fundamental II da rede pública de ensino. Participarão as escolas pré-cadastradas pertencentes ao Estado da Bahia e de São Paulo.

 

Como será trabalhado?

O projeto é fundamentado em pesquisas realizadas em dois eixos temáticos: o pedagógico, que está atrelado aos princípios e valores que nos fazem refletir sobre o motivo de trabalhar temas relacionados à eficiência energética, e o de ensino-aprendizagem, que permeia os processos de intervenção que serão utilizados pelos educadores durante a formação dos alunos em sala de aula. Para tanto, a aprendizagem acontece por meio de uma metodologia que possui a Taxonomia de Bloom, a Aprendizagem Baseada em Problemas e o Design Thinking como pilares.

 

Eixo curricular

O eixo curricular refere-se a conceitos, princípios e valores que levam as crianças a entender e refletir sobre temas relacionados à eficiência energética, que integram a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e o Programa de Eficiência Energética.

 

Eixo metodológico

O eixo metodológico permeia os processos de intervenção que poderão ser utilizados pelos educadores durante as aulas bem como todo o curso EAD, promovendo a aprendizagem baseada no currículo proposto.

 

– Taxonomia de Bloom

A metodologia aparece no curso EAD e visa estimular os educadores a auxiliarem seus discentes, de forma estruturada e consciente, a adquirirem competências específicas a partir da percepção da necessidade de dominar habilidades mais simples (fatos) para, posteriormente, dominar as mais complexas (conceitos).

 

– Aprendizagem Baseada em Problemas

A metodologia permite que os alunos tenham uma maior percepção sobre a aplicabilidade prática da eficiência energética no mundo real, além de auxiliá-los para que tenham a oportunidade de exercitar a metacognição.

– Design Thinking

A abordagem será utilizada como apoio ao desenvolvimento do projeto final do Programa Educação com Energia. Definir um problema e vivenciar um processo para resolvê-lo, facilita a compreensão e estrutura o aprendizado, tornando, assim, todo o aprendizado mais significativo.

 

Qual o objetivo?

O objetivo é apoiar as Secretarias de Educação na inclusão da Unidade Temática Matéria e Energia no currículo de Ciências para o 8º ano do Ensino fundamental Anos Finais, conforme diretriz do MEC sobre a BNCC (Base Curricular Nacional Comum Curricular).

Por meio de metodologias que estimulam o processo de ensino e aprendizagem, coordenadores pedagógicos e professores estarão preparados para promover a consciência nos alunos da Rede Pública sobre a utilização da energia elétrica, bem como seu impacto no meio ambiente e no cotidiano.

Você pode ler também!

Biblioteca: catálogo de fevereiro disponibiliza mais 108 novos livros à população

O catálogo o mês de fevereiro da Biblioteca Municipal Martinico Prado disponibiliza mais 108 novos livros à população ararense.

Read More...

Município de Araras tem mais de 36 milhões de dívida com a Araprev, diz Prefeito Pedrinho Eliseu

O Prefeito Pedrinho Eliseu publicou em suas redes sociais, que o município de Araras, incluindo Prefeitura Municipal e TCA,

Read More...

Vereadora de Araras cobra medidas do Governo do Estado no combate à pandemia

Em Araras, a vereadora Ana Júlia Casagrande (PSDB) viajou a São Paulo na última quarta-feira (24) para buscar recursos

Read More...

Mobile Sliding Menu