Pacientes sem sintomas também transmitem coronavírus, diz estudo

Categorias Saúde em

Um novo estudo feito por pesquisadores nos Estados Unidos indica que pacientes contagiados pelo novo coronavírus continuam a transmitir o vírus mesmo depois de os sintomas desaparecem. Em pacientes com casos considerados leves da covid-19, o período de contágio registrado na pesquisa foi de um a oito dias após a desaparição dos sintomas.

As 16 pessoas que participaram do estudo tinham sintomas como febre, tosse, dor na faringe e dificuldade de respirar. A idade média dos participantes era de 35 anos e todos foram tratados, entre 28 de janeiro e 9 de fevereiro, no Hospital Geral PLA, em Pequim, na China. Os pesquisadores avaliaram amostras coletadas na garganta dos pacientes em dias alternados, e eles só tiveram alta após os testes darem negativo por dois dias consecutivos.

“Nossa descoberta mais significativa nesse estudo foi que metade dos pacientes continuou a transmitir o vírus mesmo depois da resolução dos sintomas. As infecções mais severas podem ter até mais tempo de contágio [após a desaparição dos sintomas]”, diz, em nota, o doutor Lokesh Sharma, instrutor de medicina no setor de medicina do sono, pulmonar e cuidados críticos da Universidade de Yale, nos Estados Unidos.

A carta do estudo foi publicada no periódico científico sobre sistema respiratório American Journal of Respiratory and Critical Care Medicine, da American Thoracic Society.

Os pesquisadores reconhecem que a amostragem de pacientes é pequena e que as descobertas podem não se aplicar a todos, como pessoas idosas ou com o sistema imunológico deprimido. Como a covid-19 ainda é uma doença nova para a ciência, faltam mais estudos para compreendê-la. Mas cada nova pesquisa representa um avanço.

Você pode ler também!

Oito estados brasileiros impõem toque de recolher e DF decreta lockdown

Em São Paulo, o governador João Doria determinou um “toque de restrição”, que tem como objetivo evitar eventos e

Read More...

Adultos infectados com a variante identificada em Manaus têm 10 vezes mais vírus no corpo, aponta Fiocruz

Um estudo feito por pesquisadores da Fiocruz aponta que adultos infectados pela variante brasileira P.1 do coronavírus, identificada primeiro

Read More...

Ararense Natália Crippa pede ajuda dos internautas para participar do Reality “Mansão Cake Lover”

A ararense Natália Crippa pede ajuda dos internautas para participar do Reality "Mansão Cake Lover". Num vídeo publicado em suas

Read More...

Mobile Sliding Menu