Professores da Rede Estadual decidem entrar em greve a partir de segunda-feira, diz Apeoesp

Categorias Educação em

A Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo) anunciou, após a realização de uma assembleia regionalizada virtual, nesta sexta-feira (5), que 91,7% da categoria votou pela greve a partir da próxima segunda (8) em protesto ao retorno das aulas presenciais no estado. Os professores decidiram permanecer com o trabalho remoto, em decisão que teve o apoio de 81,8% da categoria.

A deputada estadual Professora Bebel (PT), presidente da Apeoesp, afirma que a atitude se trata de uma “greve sanitária em defesa da vida contra a volta às aulas presenciais”. A sindicalista afirma que, diferentemente de outras paralisações, desta vez o foco é a saúde, preservar vidas, tanto de professores quanto de alunos, funcionários e familiares.

A Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo) anunciou, após a realização de uma assembleia regionalizada virtual, nesta sexta-feira (5), que 91,7% da categoria votou pela greve a partir da próxima segunda (8) em protesto ao retorno das aulas presenciais no estado. Os professores decidiram permanecer com o trabalho remoto, em decisão que teve o apoio de 81,8% da categoria.

A deputada estadual Professora Bebel (PT), presidente da Apeoesp, afirma que a atitude se trata de uma “greve sanitária em defesa da vida contra a volta às aulas presenciais”. A sindicalista afirma que, diferentemente de outras paralisações, desta vez o foco é a saúde, preservar vidas, tanto de professores quanto de alunos, funcionários e familiares.

“Queremos dialogar com a população. Teremos carros de som por todo o Estado, campanha de esclarecimento nas redes sociais, rádios e TV, carreata, manifestações regionais. Além disso, iremos às câmaras municipais, conversaremos com prefeitos e realizaremos encontro com professores, pais, mães, estudantes e funcionários, entre outras ações”, complementou.

Você pode ler também!

TCA mantém horários dos ônibus no combate à Covid-19

Por determinação do Prefeito Pedrinho Eliseu, os horários dos ônibus do transporte coletivo urbano ficam mantidos mesmo na Fase

Read More...

O que pode funcionar na fase vermelha? Veja

Veja o que pode funcionar na fase vermelha: - Escolas e universidades - Hospitais, clínicas, farmácias, dentistas e estabelecimentos de saúde

Read More...

Começa o recapeamento da Avenida Milton Severino

Com mais de R$ 2 milhões investidos, a Prefeitura de Araras irá iniciar o recapeamento da Avenida Milton Severino,

Read More...

Mobile Sliding Menu