Câmara aprova projeto de lei que disciplina a instalação de empresas na Incubadora de Araras

Categorias Câmara Municipal, Notícias

A Câmara Municipal de Araras aprovou por unanimidade, durante a 11ª sessão extraordinária realizada na segunda-feira (18), o projeto de lei que cria o programa Incubadora de Empresas que oferecerá infraestrutura, serviços especializados e assessoria gerencial com o objetivo de apoiar iniciativas empreendedoras, projetos inovadores e apoiar o desenvolvimento de micro e pequenas empresas em processo de constituição no município.

Com à aprovação do projeto pelos parlamentares, a Incubadora deverá propiciar áreas e locais adequados para o funcionamento dessas empresas, facilitar a interação entre essas empresas e instituições de ensino e pesquisa, movimentar a geração de emprego e renda, promover a capacitação e qualificação dos participantes e gerentes dessas empresas, além de contribuir para as atividades econômicas da cidade.

De acordo com o texto do projeto aprovado, as empresas participantes do programa farão jus à utilização, em caráter individual, temporário ou provisório de área física em imóvel onde estiver instalada a Incubadora de Empresas e equipamentos necessários ao desenvolvimento dos projetos de negócios, de acordo com a disponibilidade do espaço, e, de forma compartilhada das áreas comuns, tais como showroom, copa, cozinha, sala de reunião e treinamento, recepção, serviços de limpeza, manutenção e segurança.

As empresas recolherão mensalmente para o município o valor relativo à sua incubação, assim como pagar as despesas individuais de consumo de água, energia, telefone e internet. O valor da incubação será fixado em Decreto e revisado e corrigido anualmente de acordo com o IPCA-E. O tempo de permanência na Incubadora será de dois anos, podendo ser prorrogado por mais um.

Na justificativa do projeto aprovado, o prefeito municipal Pedro Eliseu Filho (PSDB), explica a finalidade de disciplinar o Programa de Instalação da Incubadora de Empresas de Araras. “O objetivo é sanar diversas irregularidades constatadas desde junho do ano passado, como a instalação de empresas no local sem seleção e sem critérios, permanência por prazo superior ao estabelecido, além da ausência de contraprestação por parte delas ao município, quer seja financeira ou em forma de geração de empregos e renda”, destaca.

Agora com a nova legislação serão implantados procedimentos públicos com normas e regulamentos que disciplinam os atos da Incubadora de Empresas de forma transparente, dinâmica, visando desenvolver a economia do município, por meio de mecanismos que estimulam a criação e o desenvolvimento de micros e pequenas empresas em Araras.

Com informações da Diretoria de Comunicação da CMA

Você pode ler também!

Guarda Civil Municipal de Araras, SP, recupera veículo tomado de assalto na região

A ação foi realizada pela Ronda Rural Na tarde desta quinta-feira (16/08) os GCMS Márcio e

Read More...

Obras são retomadas para conclusão da creche do Jd das Nações II

Depois do abandono das obras por empreiteira, Prefeitura finalizou nova licitação para conclusão da Creche Israel

Read More...

Peão do Mato Grosso do Sul vence o Rodeio de Araras

Disputas ocorreram durante a Festa do Peão de Araras 2018; Prova dos Três Tambores também foi

Read More...

Poste o seu comentário::

Seu E-mail não será publicado.

Mobile Sliding Menu

error: Conteúdo Protegido!