Pedro Eliseu Sobrinho “Pedrão” desiste de candidatura

Categorias Cidade, Notícias

Em uma carta aberta, Pedro Eliseu Sobrinho (DEM), anunciou que desistiu de concorrer e de sua candidatura.

Leia a carta na íntegra:

MENSAGEM À POPULAÇÃO
Por ordem do juiz eleitoral, como presidente da Câmara Municipal de Araras, assumi o cargo de
prefeito, em razão da lamentável saída do prefeito Pedrinho Eliseu, pelos mesmos motivos de sempre
que, peço licença, não me anima mais comentar.
Confesso que não esperávamos por isso, e por se tratar de obrigação prevista na Lei Orgânica, há
pouco mais de dois meses, estou cumprindo com o meu dever cívico de administrar Araras, dando
continuidade no projeto que vinha sendo executado, em busca, inclusive, do equilíbrio nas contas
públicas, indispensável ao desenvolvimento da nossa cidade.
Surpreendido com a decisão, diga-se, inédita, do Egrégio TRE/SP, de realizar a nova eleição de prefeito
no mesmo dia do 2º turno das eleições gerais, minha ideia era não participar de mais nada. Na
verdade, aos 71 anos de idade, embora com energia e disposição, não me encantava mais o desejo de
ser novamente prefeito, cargo que entre outros já ocupei com muita honra. Mas, diante de números
eleitorais favoráveis e por já estar no cargo de prefeito, fui convencido de que era a pessoa indicada
para liderar esse projeto e de que neste momento ser candidato era a coisa certa a fazer, sendo esta a
vontade de muitos, isentos de paixões políticas.
Tendo em vista, porém, o pedido de impugnação, ainda não decidido pelo juiz, do meu registro de
candidato, e as duas notícias de inelegibilidade levadas a ele, ambas “escritas” em termos jurídicos por
pessoas que nem advogados são, decidi, com serenidade, deixar a disputa eleitoral, motivo pelo qual,
nesta quarta-feira, apresentarei manifestação no processo e nem vou esperar pela decisão judicial,
abrindo mão de seguir com a minha candidatura.
A alegação é de que como sou o pai do Pedrinho não posso ser candidato, por não haver decorrido
seis meses entre a saída dele do cargo e a data da eleição. Poderíamos até debater esse assunto e
apresentar defesa com teses jurídicas, pois, como disse, não pedi para assumir o cargo de prefeito,
mas não quero mais participar desse tipo de disputa, que só viria a tumultuar o cenário eleitoral.
Agradeço, pois, a todos que manifestaram seu apreço pela minha candidatura e ao Povo ararense, que
saberá compreender o acerto da minha decisão, emprestando seu apoio a quem vier a me substituir
como candidato, com a condição de dar continuidade ao projeto de governo em andamento, porque
Araras não pode parar!
Araras não pode parar!
Deus seja louvado.

Pedro Eliseu Sobrinho

 

Você pode ler também!

Motociclista de 21 anos vítima de acidente morre após 6 dias internado no Hospital São Luiz em Araras

Morre na manhã desta quinta-feira (15/11) após 6 dias internado, o jovem Jefferson Felipe, de 21

Read More...

Guarda Civil Municipal recupera veículo tomado de assalto em Araras

Na tarde desta quarta-feira (14/11) equipes da Ronda Rural da Guarda Civil Municipal de Araras (SP),

Read More...

CAIXA SUPERA A META DO ANO EM NOVE MESES E ATINGE LUCRO HISTÓRICO DE R$ 11,5 BILHÕES

Nos primeiros nove meses de 2018, a CAIXA atingiu um novo marco em sua história ao

Read More...

Poste o seu comentário::

Seu E-mail não será publicado.

Mobile Sliding Menu