Licitação para nova Estação de Tratamento de Esgoto é realizada com sucesso e oficializa duas empresas na etapa de habilitação

Categorias Notícias, Prefeitura de Araras em

Equipe do Saema vai aguardar os prazos processuais para poder abrir os envelopes com as propostas financeiras das duas concorrentes

         A sessão de licitação para a escolha da empresa que vai construir a nova ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) em Araras ocorreu na manhã desta sexta-feira (28), na sede do Saema (Serviço de Água e Esgoto do Município de Araras), e seu resultado final foi um sucesso para as pretensões da cidade que deseja voltar a tratar seu próprio esgoto.

         Nesta fase houve a habilitação de duas empresas concorrentes: Augusto Velloso Engenharia S/A e Acquadom Engenharia e Construção Ltda. As duas empresas apresentaram todas as documentações para qualificação jurídica, fiscal e econômica financeira, além das garantias exigidas no edital.

         Na modalidade concorrência pública, a próxima etapa da licitação será a abertura dos envelopes com as propostas financeiras, o que deve ocorrer nos próximos dias, ainda no mês de outubro, respeitando os prazos processuais. A empresa que apresentar o menor preço para a execução das obras vencerá a disputa, para posterior assinatura do contrato e a emissão da Ordem de Serviço pelo Saema.

         O projeto da nova ETE prevê a utilização do processo de lodo ativado, com aeração prolongada (Etapa A). Essa fase é composta de tratamento primário, estação elevatória de esgoto, lagoa aerada, decantadores, medidor de vazão, tratamento de lodo e desinfecção de efluentes. O valor estimado da licitação é de R$ 21.626.554,12, com verba do governo federal, mas quem apresentar a menor proposta, vencerá a licitação.

         Araras tem uma Estação de Tratamento, mas não trata seu esgoto doméstico com eficiência há vários anos. E deixou de fazer qualquer tratamento por completo a partir de 2015, quando ocorreu o desmoronamento de parte das paredes de concreto de dois dos três reatores de tratamento.

         Para conseguir a liberação dessa verba por parte do Ministério das Cidades, a Prefeitura de Araras precisou mudar o projeto executivo anterior, além de muitas reuniões técnicas com as equipes do próprio Ministério e da Caixa Econômica Federal, desde 2017. O prefeito em exercício Pedro Eliseu Sobrinho e o então presidente do Saema, Júnior Franco, foram a Brasília no mês de julho deste ano e conseguiram a aprovação de seu novo projeto da ETE. Desta forma, a Caixa Econômica Federal e o Ministério das Cidades autorizaram a abertura de licitação.

Você pode ler também!

Câmara aprova a instituição do Regime Especial de Trabalho (RET) aos Guardas Civis Municipais de Araras

Os vereadores aprovaram por unanimidade, na última segunda-feira (9), na 45ª sessão ordinária, o projeto de

Read More...

Alunos das oficinas de Jardinagem e Bordado em Chinelo recebem certificado de conclusão de curso

A Prefeitura de Araras, por meio da Secretaria de Assistência Social, deu início nesta segunda-feira (9)

Read More...

Alunos da Escola Estadual Joanita realizam plantio nas dependências da unidade

Na semana passada, com apoio da Prefeitura, por meio de funcionários da Secretaria Municipal de Meio

Read More...

Poste o seu comentário::

Seu E-mail não será publicado.

Mobile Sliding Menu