Comissão de Licitação do Saema habilita uma das empresas concorrentes para construção da nova Estação de Tratamento de Esgoto

Categorias Notícias, Prefeitura de Araras On

Encerrada a etapa de habilitação, uma empresa foi anunciada como apta a continuar no processo de licitação. Abertura do envelope com a proposta financeira deve ocorrer nos próximos dias

         A fase de habilitação da licitação do Saema para a escolha da empresa que vai construir a nova ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) em Araras está encerrada oficialmente, após parecer técnico da Comissão Permanente de Licitações da autarquia.

         A ata dessa avaliação técnica foi assinada nesta terça-feira (9), definindo a empresa Augusto Velloso Engenharia S/A como a única habilitada na disputa. Outra empresa havia sido pré-habilitada, mas após o exame da documentação referente à qualificação técnica das duas empresas, por parte dos engenheiros da Comissão de Licitação do Saema, a Aquadom Engenharia e Construção Ltda. foi inabilitada, pois não atendia os requisitos técnicos do edital de licitação.

         A próxima etapa da licitação será a abertura do envelope com a proposta financeira apresentada pela empresa Augusto Velloso Engenharia S/A. Essa sessão de abertura do envelope deve ocorrer nos próximos dias, respeitando os prazos processuais de recursos. Com verba federal, o valor estimado da licitação é de R$ 21.626.554,12.

         Araras já tem uma Estação de Tratamento, mas não trata seu esgoto doméstico com eficiência há vários anos. E deixou de fazer qualquer tratamento por completo a partir de 2015, quando ocorreu o desmoronamento de parte das paredes de concreto de dois dos três reatores de tratamento.

         O projeto da nova ETE prevê a utilização do processo de lodo ativado, com aeração prolongada (Etapa A). Essa fase é composta de tratamento primário, estação elevatória de esgoto, lagoa aerada, decantadores, medidor de vazão, tratamento de lodo e desinfecção de efluentes.

         A Estação terá capacidade de tratar 100% do esgoto doméstico, com 70% de eficiência. Uma segunda etapa do projeto prevê mais dois decantadores, leito de secagem e serviços urbanísticos, chegando a 95% de eficiência de tratamento de todo o esgoto produzido na cidade.

         Para conseguir a liberação dessa verba por parte do Ministério das Cidades, a Prefeitura de Araras precisou mudar o projeto executivo anterior, além de muitas reuniões técnicas com as equipes do próprio Ministério e da Caixa Econômica Federal, desde 2017. O prefeito em exercício Pedro Eliseu Sobrinho e o então presidente do Saema, Júnior Franco, foram a Brasília no mês de julho deste ano e conseguiram a aprovação de seu novo projeto da ETE. Desta forma, a Caixa Econômica Federal e o Ministério das Cidades autorizaram a abertura de licitação.

Você pode ler também!

Vereadores Jovens da Câmara Municipal de Araras visitam a Estação de Tratamento de Água do Saema

Vereadoras e vereadores da Câmara Jovem de Araras visitaram, na última quinta-feira (18), a Estação de

Read More...

Dia do Agricultor será comemorado com shows e exposições

Evento gratuito será realizado neste domingo (28), no Centro Cultural Leny de Oliveira Zurita, e contará

Read More...

Festival Municipal Sertanejo: inscrições devem ser feitas pela internet

Cadastros devem ser efetuados pelo e-mail festivalsertanejo@araras.sp.gov.br até o dia 23 de agosto; cantores solo, duplas

Read More...

Poste o seu comentário::

Seu E-mail não será publicado.

Mobile Sliding Menu