Comissão de Licitação do Saema habilita uma das empresas concorrentes para construção da nova Estação de Tratamento de Esgoto

Categorias Notícias, Prefeitura de Araras em

Encerrada a etapa de habilitação, uma empresa foi anunciada como apta a continuar no processo de licitação. Abertura do envelope com a proposta financeira deve ocorrer nos próximos dias

         A fase de habilitação da licitação do Saema para a escolha da empresa que vai construir a nova ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) em Araras está encerrada oficialmente, após parecer técnico da Comissão Permanente de Licitações da autarquia.

         A ata dessa avaliação técnica foi assinada nesta terça-feira (9), definindo a empresa Augusto Velloso Engenharia S/A como a única habilitada na disputa. Outra empresa havia sido pré-habilitada, mas após o exame da documentação referente à qualificação técnica das duas empresas, por parte dos engenheiros da Comissão de Licitação do Saema, a Aquadom Engenharia e Construção Ltda. foi inabilitada, pois não atendia os requisitos técnicos do edital de licitação.

         A próxima etapa da licitação será a abertura do envelope com a proposta financeira apresentada pela empresa Augusto Velloso Engenharia S/A. Essa sessão de abertura do envelope deve ocorrer nos próximos dias, respeitando os prazos processuais de recursos. Com verba federal, o valor estimado da licitação é de R$ 21.626.554,12.

         Araras já tem uma Estação de Tratamento, mas não trata seu esgoto doméstico com eficiência há vários anos. E deixou de fazer qualquer tratamento por completo a partir de 2015, quando ocorreu o desmoronamento de parte das paredes de concreto de dois dos três reatores de tratamento.

         O projeto da nova ETE prevê a utilização do processo de lodo ativado, com aeração prolongada (Etapa A). Essa fase é composta de tratamento primário, estação elevatória de esgoto, lagoa aerada, decantadores, medidor de vazão, tratamento de lodo e desinfecção de efluentes.

         A Estação terá capacidade de tratar 100% do esgoto doméstico, com 70% de eficiência. Uma segunda etapa do projeto prevê mais dois decantadores, leito de secagem e serviços urbanísticos, chegando a 95% de eficiência de tratamento de todo o esgoto produzido na cidade.

         Para conseguir a liberação dessa verba por parte do Ministério das Cidades, a Prefeitura de Araras precisou mudar o projeto executivo anterior, além de muitas reuniões técnicas com as equipes do próprio Ministério e da Caixa Econômica Federal, desde 2017. O prefeito em exercício Pedro Eliseu Sobrinho e o então presidente do Saema, Júnior Franco, foram a Brasília no mês de julho deste ano e conseguiram a aprovação de seu novo projeto da ETE. Desta forma, a Caixa Econômica Federal e o Ministério das Cidades autorizaram a abertura de licitação.

Você pode ler também!

Confira as vagas de emprego disponíveis no PAT Araras dia 13/12/2019

* INTERESSADOS NAS VAGAS COMPARECER PESSOALMENTE, EM UMA DAS UNIDADES DO PAT, INFORMANDO CÓDIGO DA VAGA.

Read More...

Briga de casal termina em prisão na cidade de Araras

Na manhã desta quinta-feira (12), os policiais militares soldado Morelli e soldado Müller, foram solicitados para

Read More...

Papai Noel atende crianças e adultos na Praça Barão até dia 22

Crianças e adultos podem visitar o Papai Noel, no coreto da Praça Barão de Araras, desta

Read More...

Poste o seu comentário::

Seu E-mail não será publicado.

Mobile Sliding Menu