Saema inicia obras do Sabaz Leste segunda-feira para resolver problema de falta d’água na região

Categorias Prefeitura de Araras em
- Updated

O Saema (Serviço de Água de Esgoto do Município de Araras) vai iniciar as obras do Sabaz Leste (Sistema de Abastecimento da Zona Leste) segunda-feira (2), com a instalação de tubos de 630 mm no trecho da Avenida Milton Severino. Os serviços desta primeira etapa serão executados em um trecho de 2,2 km, entre o início da Avenida Milton Severino e o cruzamento das avenidas Orpheu Manenti e Avenida Carola (igreja do Loreto). A apresentação do projeto aconteceu na manhã desta quinta-feira (27), no CAM Guerino Bertolini.

O Sabaz Leste é um projeto desenvolvido pelas equipes técnicas do próprio Saema e consiste em instalar uma tubulação de 630 mm por 7,6 km, direto da Estação de Tratamento de Água, no Jardim Cândida, até a Estação Elevatória do José Ometto, em frente ao Estádio Hermínio Ometto.

O objetivo é reforçar o abastecimento de água para todos os bairros da região leste. Com uma rede exclusiva, essa Estação Elevatória terá água suficiente para abastecer os demais reservatórios de distribuição da zona leste, sendo dois localizados no Jardim Myrian e um no Residencial Portal do Sol. O projeto do Sabaz ainda contempla a construção de mais um reservatório na região, de 1 milhão de litros, no mesmo local onde já existem esses dois do Jardim Myrian.

O prefeito Junior Franco sabe dessa necessidade para melhorar a qualidade de vida dos moradores. “Trata-se de uma obra importante e complexa, mas extremamente necessária para atender uma população de mais de 30 mil pessoas da região”, comentou o prefeito.

Atualmente, a ‘rede mestre’ que distribui água tratada para vários bairros da cidade, saindo da Estação de Tratamento, do Jardim Cândida, não é suficiente para levar a quantidade de água necessária para a região leste. Na prática, a rede acaba abastecendo os reservatórios de outros bairros, antes de a água chegar na Estação Elevatória do José Ometto. A região é a que mais cresceu na cidade nas últimas décadas, mas faltou investimento de infraestrutura para oferecer esse serviço básico de água.

Muitos moradores reclamam há anos que a água chega com baixa pressão nas torneiras ou nem chega. Este projeto vai resolver de vez essa falta d’água.

O vice-prefeito e presidente do Saema, Carleto Denardi, também comemorou o início das obras, pois sabe da necessidade dos moradores da região. “Toda a equipe do Saema está empenhada em colocar esse projeto em prática. Estou muito feliz em dar início a uma obra importante, que agora vai sair do papel”, comentou.

A escolha por começar a obra do Sabaz Leste notrecho da Avenida Milton Severino é em virtude da programação da Prefeitura em fazer seu recapeamento, que deve ocorrer nos próximos meses.

Essa tubulação subterrânea vai passar pelos seguintes trechos: ruas do Jardim Cândida até a ponte da Unar; travessia sobre o Ribeirão das Araras; Marginal, da Unar até a confluência dos dois ribeirões; travessia sobre o Ribeirão das Araras; Avenida Milton Severino; Avenida Orpheu Manenti até a igreja do Loreto; Avenida Carola até a Avenida Augusta Viola da Costa; e Avenida Augusta Viola da Costa até a Estação Elevatória, em frente ao Estádio Hermínio Ometto.

O chefe de Divisão de Redes de Água, Higor Alencar, explicou como será executado o Sabaz Leste. “A nova rede sairá diretamente da nossa Estação de Tratamento de Água, no Cândida. Desce pela Avenida Senador Cesar Lacerda de Vergueito até a escolinha na Rua Francisco Graziano. Continua por essa rua até a Escola Vicente Ferreira, passando a praça e a igreja e continua até Unar. Após essa primeira travessia segue pela Avenida Dona Renata até a ponte da Krepischi, onde será feita a segunda travessia. Até aí são cerca de quatro quilômetros. Daí segue pela Avenida Milton Severino até a igrejinha do Loreto, na Av. Carola. Da igrejinha do Loreto vai até a bomba do José Ometto, cerca de 1.200 metros, que será contrapartida de uma construtora. Só nesse trecho da Milton Severino são mais de dois quilômetros de tubos plásticos com 630 mm de diâmetro, com capacidade de 320 litros de água por segundo. O total da rede será de quase oito quilômetros”, explicou.

Ele acrescenta que também será implantado um reservatório com capacidade de um milhão de litros de água no Myrian. “Quero aqui tranquilizar a todos quanto ao nosso trabalho, nossa equipe é competente e dedicada, sabe o que está fazendo. Inclusive, como os tubos são diferenciados, fizemos um curso recentemente para a solda desta rede”, explicou Alencar.

 

Custo das obras e prazo para finalização

Inicialmente, o Sabaz Leste tinha previsão de custo de R$ 16 milhões, mas o Saema vai investir bem menos que isso, por encontrar alternativas e parceiros da iniciativa privada, além da utilização de mão-de-obra própria da autarquia na instalação dos tubos. Algumas contratações ainda estão em fase de licitação.

Como a obra será realizada por etapas, não há uma data precisa para seu término. A previsão é que os serviços estejam concluídos até o final de 2020.

O Saema finalizou na semana passada um processo licitatório para a compra de uma parte dos tubos de 630 mm, de PEAD (Polietileno de Alta Densidade), que serão utilizados nas obras. Nesta licitação, a compra foi de 2.200 metros do produto, a um custo de R$ 1.340.000,00. A estimativa do preço do metro deste tubo era de R$ 1.104,54, mas na licitação o valor foi fechado por R$ 600.

No total serão instalados 7.600 metros de tubos de PEAD. Se o Saema fosse comprar tudo, o custo só deste material seria de R$ 4.560.000,00. O presidente da autarquia, Carleto Denardi, está no comando desta iniciativa e está buscando parcerias para baratear a obra.

O Saema já finalizou, também, a licitação de hora/máquina para a execução dos serviços de instalação dos tubos. Incluindo os serviços de escavadeira hidráulica, retroescavadeira e caminhão basculante, o custo será de R$ 1.031.300,00. Na licitação, o Saema conseguiu praticamente 50% de desconto da estimativa inicial de gastos desses serviços.

Outras três licitações serão abertas nas próximas semanas. Uma, para contratação de empresa especializada para construção de duas travessias sobre os ribeirões para instalar os tubos – uma travessia será ao lado da ponte da Unar, e a outra, na ponte que passa na junção dos dois ribeirões. Outra licitação é para a construção de um terceiro reservatório de água no Jardim Myrian, com capacidade de 1.000 m³ de água. E a última licitação é de massa asfáltica, para o fechamento das valetas que serão abertas ao longo do trajeto.

 

As etapas de execução do Sabaz Leste

• Instalação de tubos no trecho entre a ETA e a ponte da Unar

• Instalação de tubos no trecho da Marginal (entre Unar e junção dos ribeirões)

• Instalação de tubos no trecho da Avenida Milton Severino (até a igreja do Loreto)

• Instalação de tubos no trecho Av Carola, Av Augusta Viola da Costa e Estação Elevatória

• Construção da 1ª travessia sobre o Ribeirão das Araras (ponte da Unar)

• Construção da 2ª travessia sobre o Ribeirão das Araras (ponte na junção dos ribeirões)

• Construção de um novo reservatório de água no Jardim Myrian

Você pode ler também!

Demutran inicia pintura de solo termoplástica na Avenida José Marques da Silva, no Jardim das Flores

O Demutran (Departamento Municipal de Trânsito) iniciou na última semana a pintura de solo termoplástica (especial) na Avenida José

Read More...

Araras terá castramóvel para animais pré-cadastrados pelo Canil Municipal

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Agricultura informa que neste sábado (30), disponibilizará o serviço de um castramóvel

Read More...

Prefeitura prepara Cemitério Municipal para receber visitantes no Dia de Finados

O Dia de Finados se aproxima e o Cemitério Municipal já está preparado para receber os visitantes no feriado.

Read More...

Mobile Sliding Menu