Dengue chega a 606 casos positivos em Araras

Categorias Saúde em

A Secretária Municipal de Saúde confirmou 606 casos de dengue em Araras nesta terça-feira (28). Desse total, segundo balanço divulgado pelo setor de Controle de Endemias, 595 são autóctones (contraídos no município) e 11  importados. Além disso, outros 47 pacientes aguardam resultado de exame para diagnóstico do caso e 239 suspeitas foram negativadas após análises clínicas.

As ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor não só da dengue, mas também do zika vírus, chikungunya e febre amarela, acontecem em toda cidade, seguindo protocolos de higiene e distanciamento social para evitar um possível contágio pelo novo coronavírus.

A população também tem papel fundamental no combate ao mosquito Aedes aegypti, com algumas ações básicas que podem ajudar a reduzir os casos de dengue.

É necessário que o munícipe não deixe água armazenada em locais que possam se tornar possíveis criadouros, como vasos de plantas, caixas d’água, garrafas plásticas, pneus, piscinas sem uso e/ou manutenção e até mesmo em recipientes pequenos, como tampas de garrafas.

Em caso de suspeita de dengue, o ararense deve procurar uma das unidades de atenção básica que estão funcionando normalmente (veja lista abaixo). É importante ressaltar que, em caso de confirmação da doença no Pronto-Socorro ou em hospitais particulares, o paciente deve procurar também uma unidade da rede municipal de saúde. “Somente quando o paciente procura um posto de saúde podemos realizar o exame específico e a notificação do caso, além de seguirmos os protocolos previstos para impedir novos casos na região onde ele mora”, ressaltou a coordenadora de endemias da Secretaria da Saúde, Luciana Cristina Coelho Bianco.

 

Onde procurar atendimento?

Pacientes que apresentarem sintomas como febre alta, dor de cabeça, atrás dos olhos, nos ossos e articulações, manchas e erupções na pele devem procurar atendimento nos postos da rede municipal de saúde. Os sintomas de dengue duram de cinco a sete dias e surgem entre três e 15 dias após a picada pelo mosquito infectado. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3132-0575.

 

Postos de atenção básica que atendem urgências:

CS2 Dr. João Geraldo Noronha (Jardim Belvedere)

PSF Edmundo Ulson (Parque Tiradentes)

PAM Antônio Carlos Fabrício (José Ometto 2)

PAM Dr. Osvaldo Salvador Devitte (Narciso Gomes)

PSF Madre Carla Rabolin (Jardim Alvorada)

PSF Ênio Vitalli (Jardim Piratininga)

UBS José Fiori (Jardim Fátima)

ESF Jerônimo Ometto (Jardim Cândida)

Centro de Saúde da Mulher (Jardim Sobradinho)

Você pode ler também!

Brasil registra 1.382 mortes por Covid em 24 horas

O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir

Read More...

Com nova piora de índices de saúde, governo de SP confirma reclassificação do plano da quarentena para sexta-feira

Grande São Paulo e regiões do interior tiveram aumento da ocupação de leitos de UTI e podem ser rebaixadas

Read More...

Covid-19: Araras está pronta para início da vacinação

Uma ótima notícia para o povo ararense. A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal da Saúde, montou a estrutura

Read More...

Mobile Sliding Menu