Vigilância Epidemiológica confirma transmissão comunitária do novo coronavírus em Araras

Categorias Saúde em
- Updated

A Vigilância Epidemiológica de Araras (SP) confirmou que o novo coronavírus, causador da covid-19, tem transmissão comunitária na cidade, ou seja, não é mais possível detectar a origem da infecção dos pacientes. A informação foi divulgada no site oficial da Prefeitura Municipal.

Até a noite desta sexta-feira (17), o município registrava nove casos confirmados da doença – entre eles, três pacientes permaneciam internados, quatro ainda em isolamento domiciliar e outros dois já fora do período de transmissão do vírus, após também cumprirem o isolamento.

De acordo com a Vigilância, um deles tem histórico de viagem ao exterior e quatro tiveram contato com pessoas infectadas. Para os outros quatro, não há como identificar como aconteceu o contágio, já que eles não saíram de Araras e nem tiveram contato com pacientes que apresentavam sintomas da doença.

Segundo a Vigilância Epidemiológica, os casos positivos envolvem moradores das regiões leste, norte, central e sudeste. Apenas dois dos pacientes que testaram positivo têm mais de 60 anos.

“Agora, mais do que nunca, precisamos evitar aglomerações, manter a distância social e evitar sair de casa sem necessidade para não ficar exposto a uma possível contaminação”, reforça o médico Rodrigo Klein, da Vigilância Epidemiológica.

A equipe monitora todos os casos notificados como suspeitos de covid-19, de acordo com o protocolo nacional estabelecido pelo Ministério da Saúde, e também pacientes atendidos nas tendas sentinelas que estão em isolamento domiciliar por apresentarem sintomas semelhantes aos da doença – principalmente problemas respiratórios e febre. Até a última terça-feira (14), havia 77 pessoas nessa situação.

Embora cumpram as medidas preventivas, esses pacientes que passaram pelas tendas sentinelas não entram nas estatísticas oficiais como suspeitas de covid-19 em Araras por não se enquadrarem no protocolo do Governo Federal. Segundo a determinação, apenas pessoas internadas e profissionais da área da saúde com sintomas suspeitos são notificados oficialmente e têm material encaminhado para exame laboratorial.

Até essa sexta-feira (17), Araras registrava 53 notificações – além dos oito casos confirmados, esse números envolvem também 35 suspeitas descartadas e 10 ainda em investigação, aguardando resultados de exames para diagnóstico.

O protocolo do Ministério da Saúde faz com que outras pessoas com sintomas suspeitos de covid-19, porém mais leves ou até pacientes assintomáticos (que não apresentam sintomas), fiquem fora das estatísticas oficiais. Por esse motivo, o número de infectados em Araras pode ser maior do que as notificações realizadas.

Os principais sintomas da covid-19 envolvem tosse, dificuldade respiratória e febre. A transmissão da doença acontece por meio de gotículas respiratórias e o período de incubação do vírus pode chegar até a 15 dias.

Evitar locais com aglomeração de pessoas, lavar corretamente as mãos, cobrir a boca ao tossir e espirrar e, principalmente, permanecer em casa estão entre as principais medidas para prevenir possíveis contaminações.

Fonte: Beto Ribeiro

Você pode ler também!

Operação contra fraude em postos de combustíveis prende dois gerentes em Araras

Uma operação de combate a fraude em postos de combustíveis, em Araras (SP), prendeu dois gerentes de postos nesta

Read More...

Covid-19: vacina para profissionais da Educação 18+ está disponível

Já está disponível no Parque Ecológico a vacina contra a Covid-19 (Sars-CoV-2) para os profissionais da Educação do grupo

Read More...

Saúde realiza Dia D de vacinação contra a Covid-19 para pessoas com comorbidades neste sábado

A Secretaria da Saúde realiza, no próximo sábado (12), Dia D de vacinação contra Covid-19 para pessoas com comorbidades

Read More...

Mobile Sliding Menu