Estado de SP bate novo recorde com 434 mortes por coronavírus nas últimas 24 horas

Categorias Região em

O estado de São Paulo registrou 434 mortes pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, totalizando 13.068 mortos. Esse é o maior número de mortes registradas no estado desde o início da pandemia. Na segunda (22), 12.634 pessoas tinham morrido com a doença.

Já o número de casos confirmados subiu de 221.973 para 229.475, um aumento de 7.502 infectados pela Covid-19.

As novas confirmações não significam, necessariamente, que as mortes aconteceram de um dia para o outro, mas que foram contabilizadas no sistema neste período. Os números costumam ser menores no final de semana e às segundas-feiras devido ao atraso nas notificações nestes dias.

De acordo com João Gabbardo, coordenador-executivo do Centro de Contingência, o número está dentro da projeção feita pelo Centro de Contingência de que o estado deve chegar de 15 mil a 18 mil mortes no total até o fim do mês.

“Esse número ocorre basicamente porque o interior do estado, em sua grande maioria das regiões, está em uma curva ascendente, uma curva de crescimento de casos, isso faz que mesmo com uma redução que a gente tenha na capital e na região metropolitana o geral continua sendo negativo pelo o que nós esperamos e desejamos que é a redução do número de óbitos no número estadual”, afirmou.

Segundo ele, apesar do alto número de mortes, o estado tem 65% do índice de ocupação hospitalar. “É importante destacar que isso não tem pressionado os leitos de Uti, nós continuamos com utilização entre 65% e 66% dos leitos, o que significa que nós temos entre 33% e 34% dos leitos disponíveis para a população, e isso é o que mais importa para quando as pessoas estiverem necessitando de atendimento hospitalar por apresentarem dificuldade respiratória que nós tenhamos capacidade de atendimento com equipe, respiradores, pessoal treinado para diminuir a mortalidade dos pacientes.”

Na segunda-feira (15), o Comitê de Saúde da gestão João Doria (PSDB) havia apontado uma tendência de estabilização nas mortes e chegou a comemorar a primeira queda semanal com 1.523 novos registros, apesar de a diferença ter sido de apenas três óbitos em relação à semana anterior.

Na semana seguinte, no entanto, o número semanal voltou a crescer e bateu recorde semanal com 1.913 novos casos. Também pela primeira vez o estado registrou quatro dias seguidos com mais de 300 mortes. Com o novo recorde diário registrado nesta terça, é possível que o balanço desta semana aumente novamente, contrariando a justificativa de estabilidade.

Nesta segunda (22), a taxa de isolamento no estado de São Paulo foi de 46% e de 47% na capital paulista. No domingo (21), o índice foi de 53% na capital e no estado 52%.

O número de pacientes internados nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) é de 5.659 e de 8.295 pessoas nas enfermarias.

Você pode ler também!

FHO doa 800 litros de álcool 70% para a Associação Casa do Idoso São Judas Tadeu e Fundação Nossa Senhora do Patrocínio

Desde o início da pandemia, a FHO| Fundação Hermínio Ometto tem unido esforços com as empresas a fim de

Read More...

Araras registra 22° óbito em decorrência da covid-19

A Vigilância Epidemiológica de Araras confirmou mais uma morte em decorrência da covid-19 e, com ela, o número de

Read More...

OMS reconhece surgimento de evidências sobre transmissão da Covid-19 pelo ar

A Organização Mundial da Saúde (OMS) reconheceu nesta terça-feira (7) "evidências emergentes" de transmissão pelo ar do novo coronavírus,

Read More...

Poste o seu comentário::

Seu E-mail não será publicado.

Mobile Sliding Menu