Comércio pressiona Doria para reabrir no dia 1º de maio

Categorias Brasil em

Apesar da determinação do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), de que a quarentena vai durar até 10 de maio no estado, a ACSP (associação comercial) e a Facesp (federação do setor) decidiram defender publicamente que as lojas voltem a funcionar parcialmente no dia 1º de maio, que é feriado.

“Queremos comemorar o Dia do Trabalho trabalhando”, diz Alfredo Cotait, presidente da associação, que vai enviar uma carta a Doria e ao prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), nesta quarta-feira (22).

A iniciativa representa uma guinada na postura que as entidades vinham adotando, quando apoiaram as medidas de restrição. Elas dizem agora que esperavam um período um curto de paralisação.

Você pode ler também!

Operação contra fraude em postos de combustíveis prende dois gerentes em Araras

Uma operação de combate a fraude em postos de combustíveis, em Araras (SP), prendeu dois gerentes de postos nesta

Read More...

Covid-19: vacina para profissionais da Educação 18+ está disponível

Já está disponível no Parque Ecológico a vacina contra a Covid-19 (Sars-CoV-2) para os profissionais da Educação do grupo

Read More...

Saúde realiza Dia D de vacinação contra a Covid-19 para pessoas com comorbidades neste sábado

A Secretaria da Saúde realiza, no próximo sábado (12), Dia D de vacinação contra Covid-19 para pessoas com comorbidades

Read More...

Mobile Sliding Menu