Fiscalização na pandemia: julho já teve mais de 800 denúncias

Categorias Prefeitura de Araras em

Equipes da Guarda Civil Municipal de Araras e da Fiscalização Urbana continuam com ações conjuntas diárias para verificar o cumprimento da quarentena e, especialmente, o isolamento social na cidade, durante a pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2). Somente neste mês de julho já foram mais de 800 denúncias e solicitações de averiguação, com 61 autuações. Aos finais de semana, elas são ainda mais recorrentes.

No último sábado (25) e domingo (26), foram 180 vistorias e verificação de denúncias em Araras, resultando em 24 autuações por descumprimento das regras que visam o combate à covid-19. Dessas, 18 multas foram para pessoas físicas, no valor de R$100. Oito delas estavam reunidas em uma chácara da zona rural da cidade. No imóvel, alugado, a maioria dos presentes era da cidade de São Paulo e, de início, se recusaram a ceder o CPF para que a autuação fosse feita. Somente diante da possibilidade de serem levados à delegacia, para fazer a identificação, é que resolveram apresentar o documento.

Neste caso, o proprietário do imóvel foi quem recebeu a multa de maior valor, R$2.942,08. “Fica o alerta para proprietários de chácaras e áreas de lazer da cidade. Mesmo que não participem do evento no local da aglomeração, eles serão multados por cederem ou alugarem o espaço”, explicou Wallasy Carlos, chefe de Coordenadoria de Fiscalização Urbana.

As outras 10 multas aplicadas a pessoas físicas têm a ver com o consumo de bebidas em bares e depósitos. Esses estabelecimentos estão com funcionamento liberado, mas fica proibido o consumo no local, o que tem acontecido na cidade, segundo a fiscalização. Nesses casos, os consumidores recebem a multa de R$100 e os proprietários, a multa de R$ 2.942.08. Cinco deles foram autuados a arcar com esse valor no último final de semana.

“O objetivo é fiscalizar. A multa é só consequência de quem ainda não se conscientizou do momento que estamos vivendo. A fiscalização conta com o apoio da população de Araras, para que cumpram o isolamento e denunciem quem não está cumprindo”, reforçou Wallasy.

As autuações ocorrem de duas formas na cidade. Por meio de denúncias feitas pelos telefones 153 e 3543-1532 da GCM ou por flagrantes feitos pela ronda da Guarda Civil Municipal e da Fiscalização Urbana. As multas aplicadas são cadastradas no CPF ou CNPJ do infrator, que recebe um boleto de cobrança no endereço registrado. No caso de não pagamento do valor cobrado, o munícipe pode ser protestado e ter o CPF negativado.

Araras voltou à fase vermelha do Plano São Paulo desde o último dia 20, por determinação do Governo do Estado, com medidas mais restritivas para o combate à covid-19. Tanto que o comércio considerado não essencial está fechado para o atendimento ao público, trabalhando apenas com delivery. A classificação do Governo do Estado é válida em toda a região de Piracicaba e decorrente do aumento da taxa de ocupação de leitos na UTI das cidades que integram a regional.

Você pode ler também!

Prefeito Pedrinho Eliseu vira alvo de Fake News

O Prefeito de Araras Pedrinho Eliseu publicou em suas redes sociais, que foi alvo de uma fotomontagem "fake news".

Read More...

Clientes da Caixa poderão acessar serviços digitais do Governo Federal com a senha do banco

A plataforma é segura e respeita a privacidade e a proteção dos dados do cidadão  Os clientes da CAIXA já podem

Read More...

Em menos de dois meses, mortes por Covid registradas em 2021 no Amazonas já superam total de 2020

Neste ano, já foram registradas 5.288 mortes por Covid-19, mas parte delas ocorreu no ano passado e foi diagnosticada

Read More...

Mobile Sliding Menu